Inscrição prévia através do e-mail [email protected] -
‘À Descoberta de Braga’ na rota do São João a partir desta quarta-feira

As Festas de São João são o tema central de um conjunto de acções integradas no programa ‘À Descoberta de Braga’, que o município realiza com periodicidade mensal para com o intuito de dar a conhecer aos bracarenses o seu património e história local. São no total três sessões que visam complementar a proposta que as sanjoaninas bracarenses vão apresentar ao Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

A primeira sessão, em forma de tertúlia, realiza-se esta quarta-feira,a partir das 21h30, no auditório do Museu D. Diogo de Sousa. O tema é a ‘Festa: entre a tradição e a actualização’ e pretende abordar a tensão existente entre a necessidade de preservar os usos e costumes do passado e a evolução natural deste tipo de manifestações. Esta iniciativa tem como convidado Jean-Yves Durand, antropólogo do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho e investigador do Centro em Rede de Investigação em Antropologia.

PUBLICIDADE

A segunda iniciativa, inserida no ciclo ‘Braga à Lupa’, decorre na Quinta Pedagógica dia 13. pelas 21h30. As ervas de cheiro, onde adquire particular relevo o manjerico, afirmam-se como primordial símbolo das Festas de São João, por isso mesmo o objectivo é abordar estes elementos, quer na sua perspectiva botânica, quer na dimensão simbólica que possuem no âmbito daquelas celebrações. Para abordar ambas as perspectivas são convidados Natália Costa, engenheira biológica, e José Machado, etnólogo.

A derradeira iniciativa está agendada para dia 20, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, e prevê uma sessão sobre ‘Os cantares polifónicos a São João na tradição popular minhota’. O musicólogo da Universidade Nova de Lisboa, Manuel Pedro Ferreira, é o convidado especial para nos vir falar de um dos elementos mais marcantes das festividades bracarenses.

Os interessados em participar apenas tem que efectuar inscrição prévia através do e-mail [email protected]