CULTURA -
Alexandra Lucas Coelho vence Grande Prémio Maria Ondina Braga

O livro “Cinco Voltas na Bahia e Um Beijo para Caetano Veloso”, de Alexandra Lucas Coelho, editado pela Editorial Caminho, é o vencedor da terceira edição do Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores e com o patrocínio do Município de Braga.

O júri, constituído por Guilherme d’Oliveira Martins, Fernando Batista e Isabel Cristina Mateus e coordenado por José Manuel Mendes, distinguiu esta obra, por unanimidade, visto revelar «originalidade literária pela conjugação de viagens diversas, geográficas históricas e interculturais». 

O livro «evidencia ainda uma aproximação cultural e linguística entre o Portugal e o Brasil contemporâneos, ressalvando a complementaridade e as diferenças», refere-se na sua acta de atribuição.

PUBLICIDADE

Nesta 3.ª edição da Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga concorreram as obras publicadas no ano de 2019. O valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de 12.500,00 euros.

PRÉMIO MARIA ONDINA BRAGA

O Prémio Literário Maria Ondina Braga, instituído pelo Município de Braga em 2005 e com carácter bienal, deu lugar a um “Grande Prémio”, no âmbito exclusivo da literatura de viagens e destinado a obras em português e de autores portugueses. Partindo de uma parceria com a Associação Portuguesa de Escritores, a iniciativa passou a ter carácter anual, ascendendo o valor pecuniário a atribuir para os 12.500,00 euros. A sua organização passou, entretanto, a ser assumida pela Associação Portuguesa de Escritores com financiamento do Município de Braga, sendo ambas as entidades promotoras do Prémio.

ALEXANDRA LUCAS COELHO

Nascida em 1967, em Lisboa, Alexandra Lucas Coelho estudou teatro no IFICT e comunicação na Universidade Nova de Lisboa. Publicou cinco livros de reportagem-crónica viagem: Oriente Próximo (2007), Caderno Afegão (2009), Viva México (2010), Tahrir (2011), Vai, Brasil (2013) e o romance E a Noite Roda, que foi galardoado com o Grande Prémio de Romance e Novela da APE, 2012. Tem carteira de jornalista desde Janeiro de 1987, tendo vivido em Jerusalém e no Rio de Janeiro.