SAÚDE – Amares adere à Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis

SAÚDE –
Amares adere à Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis

O Município de Amares integra a Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis, uma associação de municípios que tem como missão apoiar a divulgação, implementação e desenvolvimento do projecto Cidades Saudáveis nos municípios que pretendam assumir a promoção da saúde como uma prioridade da agenda dos decisores políticos.

Para o presidente da Câmara, Manuel Moreira, esta adesão de Amares, que passa assim a integrar a lista dos mais de 50 municípios que já se associaram a esta rede nacional, mostra que o concelho assume-se como «um território onde se promove, incentiva e vive de modo saudável».

PUBLICIDADE

«A aposta do Município de Amares na promoção da saúde e no estímulo de adopção de um estilo de vida saudável pela população encontra-se vertida nas inúmeras políticas e medidas que tem vindo a assumir e que diariamente são priorizadas na agenda do executivo municipal», refere, em comunicado, a autarquia.

Constituída formalmente em 10 de Outubro de 1997, a Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis desenvolve a sua intervenção procurando apoiar e promover a definição de estratégias locais susceptíveis de favorecer a obtenção de ganhos em saúde, bem como promover e intensificar a cooperação e a comunicação entre os municípios que integram a Rede e entre as restantes redes nacionais participantes no projecto Cidades Saudáveis da Organização Mundial da Saúde (OMS).