AMARES -
Amares com aumento de 9,3% na recolha selectiva de lixo

Em 2019, foram recolhidas no Município de Amares «837 toneladas de resíduos recicláveis, mais 27 toneladas do que em 2018». Em comunicado, o Município refere que «os números refletem um aumento de 9,3% na recolha selectiva que significa uma poupança de cerca de 22.400 euros».

O presidente da Câmara Municipal de Amares, Manuel Moreira, vê com «agrado o aumento das taxas de reciclagem no Concelho de Amares. Estes números revelam o mérito dos amarenses que têm demonstrado um comportamento cada vez mais atento às questões ambientais. Vamos continuar este caminho para atingir metas ainda mais ambiciosas».

Por forma a «contribuir para que o Concelho seja um exemplo de boas práticas no que diz respeito às questões relacionadas com a sustentabilidade ambiental», o Município de Amares tem levado a cabo, nos últimos anos, uma «política estratégica concertada», com o intuito de «sensibilizar a população amarense para a importância da sustentabilidade ambiental e preservação do ecossistema e direccionada para o aumento das taxas de reciclagem, a par de outros comportamentos mais amigos do ambiente».

PUBLICIDADE

Na mesma nota, Manuel Moreira destaca ainda algumas das medidas levadas a cabo pela Autarquia. 

«Para além de um enorme investimento na cobertura do saneamento que vai dar resposta a mais cerca de 1400 agregados familiares, temos trabalhado na captação de outras verbas disponíveis nos quadros de financiamento europeus e nacionais, para concretizarmos ações que definimos como estratégicas em áreas que representam o futuro das regiões mais inteligentes, nomeadamente ao nível do ambiente. Queremos estar na linha da frente e que o nosso concelho contribua também para os objetivos Europeus e nacionais a este nível. Criámos um centro de educação ambiental e vamos inaugurar brevemente um ecocanil com características inovadoras. São tudo passos de um caminho que se vai fazendo», conclui.

«INDICADOR QUE CONFIRMA A ACEITAÇÃO DA POPULAÇÃO» 

Para o Vereador do Ambiente, Vítor Ribeiro, este é um indicador que «confirma a aceitação» da população, demonstrada durante as inúmeras iniciativas de sensibilização direccionadas para a população e para a comunidade escolar no âmbito da agenda ambiental». 

Por outro lado, «este esforço de uma parte dos amarenses permitiram que a tarifa do lixo não tivesse sofrido qualquer aumento. Ao reciclar a população está a poupar e com esse esforço de cada um certamente continuaremos a ser dos concelhos com as tarifas mais reduzidas da CIM Cávado e da região Norte», acrescenta.