ECONOMIA -
Amares tem mais 204 desempregados em dois meses

O concelho de Amares registou, nos últimos dois meses, uma subida de mais de 40% do número de desempregados, passando de 506 para 710, de acordo com dados do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional.

De resto, Amares é o concelho do distrito onde se verificou uma maior subida do número de desempregados, seguido por Famalicão e Vizela, comparando os dados de Fevereiro e de Abril.

PUBLICIDADE

Terras de Bouro teve também um aumento, vendo o número de desempregados registados no IEFP passar de 341 para 353.

O concelho de Braga contabiliza a maior subida absoluta no número de novos desempregados, passando agora a ter um total de 7.533, mais 1.513 do que há dois meses.

No extremo oposto, está Cabeceiras de Basto, que é o concelho onde o impacto da crise económica provocada pela pandemia Covid-19 não foi tão sentido a nível do emprego – passou de 723 para 734 desempregados.

No acumulado dos dois meses, há mais 6.117 novos desempregados face aos 25.808 registados no final de Fevereiro.

As Estatísticas Mensais por Concelho podem ser consultadas AQUI.