AMARES –  Assembleia Municipal aprova abertura de concurso para entregar recolha de lixo a privados

AMARES –
Assembleia Municipal aprova abertura de concurso para entregar recolha de lixo a privados

A Assembleia Municipal de Amares aprovou esta quarta-feira, com os votos contra da oposição, a abertura de concurso público internacional, no valor máximo de 435 mil euros, para entregar o serviço de recolha de lixo no concelho a uma empresa privada.

O presidente da Câmara, Manuel Moreira, justificou a opção com um estudo de viabilidade económica pedido pela autarquia, que aponta essa como a melhor solução para resolver «os graves problemas» existentes nesta matéria.

PUBLICIDADE

Garantiu que o executivo estará «atento» e será «firme» na fiscalização do serviço, tendo em conta o cumprimento do caderno de encargos.

Os cinco deputados municipais do PS e os três do MAIS – Movimento Amares Independente e Solidário votaram contra.

Pelos socialistas, Carlos Rocha classificou a medida como «ruinosa para os cofres do erário público e para os amarenses» e disse ser «totalmente falsa» a ideia de que o Município não tinha capacidade para assegurar o serviço com eficiência.

A mesma ideia foi deixada por José Antunes, do MAIS, que lamentou o facto de os membros da Assembleia Municipal não terem tido conhecimento do estudo de viabilidade económica a fim de se poderem pronunciar de forma com mais conhecimento.

Liliana Almeida, da coligação Juntos por Amares (PSD-CDS-PP), mostrou-se a favor da opção de entregar a recolha do lixo a privados, considerando que se trata de uma «decisão racional face às dificuldades que o Município apresenta nesta matéria».

Mais sobre a Assembleia Municipal na edição impressa de Março