REGIÃO - Associações monárquicas do Minho lançam campanha de recolha de velas e lanternas

REGIÃO -
Associações monárquicas do Minho lançam campanha de recolha de velas e lanternas

As associações monárquicas Causa Real de Braga e Viana do Castelo estão a realizar uma campanha intitulada “Vamos dar luz a Moçambique”, com a recolha de velas e lanternas para apoiar a população atingida pelo ciclone Idai.

«Sabemos que a electricidade vai ser reposta na Beira, em breve, mas nas aldeias a maior parte da população ficou sem geradores, arrastados pelas enxurradas. Esta é uma ideia simples, dar luz às pessoas», explicou esta segunda-feira à Lusa José Aníbal Marinho, da comissão executiva da Causa Real de Viana do Castelo.

Na origem desta acção solidária está, segundo o representante, os «laços da lusofonia»: «Em 1907, D. Luís Filipe foi o primeiro membro da família real portuguesa a visitar Moçambique, levando consigo o decreto real que concedeu à Beira (originalmente chamada Chiveve) o estatuto de cidade», referiu.

PUBLICIDADE