AUTÁRQUICAS -
Autarcas apelam à recandidatura de Benjamim Pereira à Câmara de Esposende

Doze dos 15 autarcas das freguesias do concelho de Esposende apelaram publicamente à recandidatura do social-democrata Benjamim Pereira à presidente da Câmara Municipal.

Os autarcas justificam o apelo apontando “os projectos importantes que estão no terreno” e por consideram “a pessoa certa” para liderar um município onde o PSD tem maioria absoluta.

“Porque o nosso concelho precisa de si, apelamos a que, apesar dos constantes ataques pessoais que lhe vão sendo feitos, das constantes acusações falaciosas que só prejudicam o nosso município e que sabemos de onde vêm, mostre, mais uma vez, o amor à nossa terra e considere terminar o projecto que iniciamos em Outubro de 2013, que em muito engrandecerá o nosso território”, resumiu Aurélio Neiva, porta-voz dos presidentes de Junta subscritores da missiva.

PUBLICIDADE

Apontado como “a pessoa certa para liderar o município e, consequentemente, o melhor candidato a presidente da Câmara Municipal de Esposende”, os autarcas apelaram a Benjamim Pereira para que “assuma a disponibilidade para continuar a liderar o destino do nosso concelho”.

Este apelo decorre de um “balanço coerente e sem falsas modéstias” de final de mandato. “Constatamos que o concelho de Esposende vive um ciclo de desenvolvimento sem paralelo, onde o investimento público acompanha o investimento privado, mesmo num contexto de extrema dificuldade e incerteza como o que vivemos”, sublinham os autarcas.

“SURTO EVOLUCIONISTA”

Destacando a “matriz humanista que caracteriza os autarcas locais, em particular, do senhor presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira”, os autarcas realçam que, “mesmo perante o maior desafio de saúde pública dos tempos modernos, a pandemia da covid-19, não perdesse o foco no apoio à população e no apoio ao desenvolvimento económico, reorganizando o seu plano de acção, sem, contudo, abdicar dos compromissos assumidos e sufragados em todo o concelho”.

Apontando a afirmação territorial do município, devido à “visão de quem nos lidera”, os autarcas destacam a abertura de portas à modernidade, “implementando e concretizando projectos arrojados, que representam um novo ciclo de desenvolvimento do nosso concelho e que, não temos dúvidas, permite melhorar a vida de todos os esposendenses”.

A causa para este “surto evolucionista” radica na gestão de proximidade, segundo os subscritores do documento que apela à recandidatura de Benjamim Pereira, que “permitiu desenvolver estratégias concertadas, dentro dos parâmetros do rigor e transparência que defendemos e praticamos”.

VISÃO ESTRATÉGICA

Por isso, vincou Aurélio Neiva, “é chegado o momento de, com responsabilidade e consideração pelos eleitores e demais habitantes do concelho”, apoiar a recandidatura de Benjamim Pereira.

Os autarcas entendem que “a visão estratégica, ao longo dos anos”, permitiu um “aumento considerável” do orçamento municipal, captando receitas que permitiram e “permitem hoje investir em áreas fundamentais para o desenvolvimento global do nosso território, nomeadamente na execução de projectos transversais a todas as freguesias do concelho, ao mesmo tempo que conseguiu transformar o município de Esposende, num exemplo de gestão e rigor financeiro, como é anualmente confirmado pelas mais isentas instituições”.

“Com Benjamim Pereira é valorizado e respeitado o exercício das funções autárquicas, nomeadamente nas Juntas de Freguesia, às quais tem concedido o apoio financeiro que lhes permite efectuar algumas obras que pelo facto de ser de pequena dimensão são importantes para a população”, destacam os autarcas que vêm no actual presidente um facilitador “na criação de condições para o desenvolvimento da economia local e o compromisso com a coesão social”.

Os autarcas que apoiam a recandidatura do presidente do município lembram os projectos que arrancaram, de “extrema relevância” para o concelho, que “exigiram perseverança e visão de Benjamim Pereira e que mudarão, para sempre, o nosso território, conferindo-lhe ainda melhor qualidade de vida e maior capacidade de afirmação, no contexto regional e nacional”.

Entre os empreendimentos enumerados estão a conclusão do Canal Interceptor de Esposende, a construção do Pólo do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), a instalação do Centro de Divulgação Científica de Actividades Marinhas, no Forte de S. João Baptista, a instalação do Instituto Multidisciplinar de Ciência e Tecnologia Marinha, na Estação Radionaval de Apúlia, o Parque Desportivo e de Lazer Municipal, o Parque da Cidade e “os inúmeros projectos gizados” para as freguesias, ao abrigo do plano de investimento.