Bruno Marques, autor em O Amarense

OPINIÃO -
Contra as alterações climáticas, marchar, marchar! (II)

Ponto prévio primeiro: Kiltër. No passado dia 22 de Junho fiquei a conhecer uma fantástica banda de Amares: os Kiltër. São jovens, têm um EP e bastante talento. Apresentaram-se ao público no Auditório Conde de Ferreira. Assim, pergunto-me: quantas mais bandas talentosas existirão em Amares? Quantas destas bandas gostariam de contar com o apoio das … Ler maisOPINIÃO –
Contra as alterações climáticas, marchar, marchar! (II)

OPINIÃO -
Contra as alterações climáticas, marchar, marchar! (I)

Ponto prévio primeiro: Festas d’Amares. Excelente organização, cada vez mais capaz, com programas cada vez mais aliciantes, certamente, a fazerem lembrar os eventos de outrora, memórias que revalidam as memórias dos mais velhos. Vila Verde, por seu turno, complementa com, igualmente, boas ofertas, proporcionando uma espécie de vaivém muito saudável entre convivas. Isso mesmo: não … Ler maisOPINIÃO –
Contra as alterações climáticas, marchar, marchar! (I)

O Encanto de Maio

Maio Maduro Maio quem te pintou. Quem te quebrou o encanto nunca te amou. Assim, tal como nos revelou e cantou José Afonso no seu EP de 1971. 2019 é o ano em que se comemora a passagem sobre os 45 anos da primeira manifestação livre, em Democracia, do Dia Internacional do Trabalhador. Porém, à … Ler maisO Encanto de Maio

OPINIÃO -
Abracem a Patudos!

Poderá parecer de propósito. No entanto, desejo que acreditem que existem coincidências que, ocasionalmente, surgem na palma das nossas mãos, ainda que não percorramos um único passo para que isso aconteça. Estou a ser profundamente honesto, visto que o assunto é demasiadamente sério, e não tenho contribuído com a totalidade das minhas possibilidades para alterar … Ler maisOPINIÃO –
Abracem a Patudos!

Talvez não compreendamos aquele aumento

Estive, há dias, numa maravilhosa aldeia da região demarcada, Património Mundial da Humanidade, em pleno Alto Douro Vinhateiro. Nesta pequena aldeia de Barcos, freguesia da vila de Tabuaço, encontrei o nosso Povo humilde e trabalhador e sofredor com as consequências da interiorização e do despovoamento, ainda que não, neste caso, da desertificação fruto dos trabalhos … Ler maisTalvez não compreendamos aquele aumento