BRAGA -
Banco de Sangue do Hospital de Braga regista 3.200 dádivas

O Banco de Sangue do Hospital de Braga registou, desde Janeiro do presente ano até à data, cerca de 3200 dádivas.

Apesar da diminuição de dádivas registadas no período entre Março e Abril pela situação de pandemia vivida, o Banco de Sangue do Hospital de Braga «continuou a receber dadores de forma diária, dando assim resposta às necessidades existentes».

Em Maio, o número de dadores e dádivas voltou a subir e, durante este mês de Junho, tem havido uma «presença significativa de pessoas que querem dar sangue ao Hospital».

PUBLICIDADE

«Com uma equipa multidisciplinar, disponível ao público de segunda a sexta-feira (entre as  09h00 e as 13h00 e das 14h30 e as 18h30), o Banco de Sangue continua a precisar que os dadores se desloquem ao Hospital de forma periódica, estando a ser cumpridas todas as medidas preventivas para a segurança e proteção dos utentes e profissionais: reorganização do espaço para manter o distanciamento social, medição da temperatura corporal, uso obrigatório de máscara e desinfeção das mãos», explica o Hospital de Braga em nota enviada.

FAIXA ETÁRIA PREDOMINANTE DE DADORES ENTRE OS 25 E OS 44 ANOS

Com uma média de 25/30 dadores por dia, o Banco de Sangue do Hospital de Braga conta com uma faixa etária predominante de dadores entre os 25 e os 44 anos, sendo que a doação de sangue pode ser feita pelas mulheres de quatro em quatro meses e pelos homens de três em três meses.

Para se ser dador de sangue, é necessário o cumprimento de critérios específicos, como: estar em boas condições de saúde, ter entre 18 e 65 anos (até aos 60 anos se for uma primeira dádiva) e ter, pelo menos, 50kg.