REGIÃO - -
Barcelos já é oficialmente membro da ‘Creative Tourism Network’

O município de Barcelos entra este mês na mais conceituada Rede Mundial de Turismo Criativo, na qualidade de ‘Creative Friendly Destination’, assumindo-se na ‘linha da frente’ neste domínio em termos mundiais.

“Esta integração na rede vem confirmar o trabalho que o município tem vindo a fazer em prol do desenvolvimento do turismo criativo como factor de diferenciação do nosso território e enquanto importante activo local para o futuro do sector”, refere a autarquia em comunicado.

“Com esta adesão, o município vê assim o seu território adquirir uma nova chancela internacional, que constituirá seguramente uma adição à internacionalização da marca – Barcelos Cidade Criativa” acrescenta o comunicado, referindo que “ao mesmo tempo que o município irá poder usufruir de um apoio importante no desenvolvimento de acções de turismo criativo ao nível internacional, particularmente junto de agentes do sector do turismo no mundo e usufruir de um conjunto de serviços e benefícios de curadoria, consultoria, implementação e promoção internacional desta rede, em todos os seus futuros projectos de turismo criativo”.

PUBLICIDADE

A aposta na criatividade local manifesta-se, sublinha a autarquia, “na riqueza do seu artesanato e arte popular, riqueza e diversidade eno-gastronómica, abundância e diversidade de património natural, paisagístico e edificado, que constituem os principais instrumentos da estratégia do turismo local”.

A ‘Creative Tourism Network’ é uma organização internacional, fundada em 2010, com sede em Barcelona, entidade sem fins lucrativos e que tem por missão a promoção e o desenvolvimento do turismo criativo no mundo, na sua qualidade de activo para o futuro da actividade e para a sustentabilidade do sector ao nível mundial, “particularmente importante na medida em que o desenvolvimento do turismo já não significa apenas visitar e conhecer, acarreta também a procura constante por experiências únicas e de contacto com o mais autêntico dos territórios visitados”.