LEGISLATIVAS - Bloco quer mais direitos para as pessoas com deficiência

LEGISLATIVAS -
Bloco quer mais direitos para as pessoas com deficiência

O Bloco de Esquerda reuniu com delegação de Braga da Associação Portuguesa de Deficientes para auscultar as dificuldades desta população e apresentar as suas propostas nesta área.

No final do encontro, Alexandra Vieira, candidata do Bloco às Eleições Legislativas por Braga, afirmou que «há um longo caminho a fazer para eliminar as dificuldades que as pessoas com deficiência enfrentam diariamente, seja pelas barreiras arquitectónicas, acesso a prestações sociais, assim como na empregabilidade, que no estado se situa nos 1,8%, apesar dos 5% definidos legalmente».

A candidata referiu ainda que «as pessoas com deficiências confrontam-se diariamente com o preconceito e a discriminação que decorrem da organização social vigente que lhes limita ou nega direitos humanos fundamentais, vivendo numa situação generalizada de pobreza, dependência e exclusão».

PUBLICIDADE

«IMPLEMENTAR OUTRAS POLÍTICAS ALICERÇADAS NOS DIREITOS HUMANOS»

Para a dirigente bloquista, «a independência e a autodeterminação destas pessoas só será possível através de uma profunda alteração das condições sociais, através do abandono das políticas institucionalizadoras e assistencialistas, que ainda prevalecem, e implementar outras políticas alicerçadas nos direitos humanos, que promovam a autonomia pessoal e a autodeterminação».

«A independência enquanto expressão de autonomia pessoal significa que a pessoa com deficiência não está privada da oportunidade de escolher e controlar o seu estilo de vida pessoal e as actividades quotidianas», acrescenta.

O Bloco de Esquerda disponibiliza o programa eleitoral em leitura fácil, língua gestual portuguesa e braile, e os candidatos e candidatas com deficiência do Bloco apresentam o manifesto eleitoral em (https://bloco.org/media/Manifesto2019Deficiencia.pdf).