BRAGA - Bloco «saúda» fim da Parceria Público Privada do Hospital de Braga

BRAGA -
Bloco «saúda» fim da Parceria Público Privada do Hospital de Braga

O deputado do Bloco de Esquerda eleito pelo círculo de Braga, Pedro Soares, em nota enviada à nossa redacção, «saúda o fim da Parceria Público Privada do Hospital de Braga». Para o deputado, esta trata-se de «uma medida essencial para permitir estabilizar a nova gestão pública do Hospital de Braga, que assumirá funções após o fim do contrato PPP no próximo dia 31 de Agosto, conferindo-lhe tempo suficiente para introduzir as mudanças necessárias».

O Governo decidiu pôr termo aos trabalhos de preparação do lançamento de uma nova parceria público-privada para a gestão clínica do Hospital de Braga, conforme um despacho publicado, esta sexta-feira, em Diário da República.

Na mesma nota, o deputado acrescenta que «nem os indicadores nem a prática mostram qualquer superioridade da gestão privada em relação à gestão pública, apesar de os contratos das PPP representarem uma despesa superior a 470 milhões de euros por ano ao país».

PUBLICIDADE

Para o bloquista, «as parcerias público-privadas na saúde representam uma factura que está sempre a crescer e que está a prejudicar o SNS. Transfere para privados centenas de milhões de euros que devem ser investidos, de forma directa, no Serviço Nacional de Saúde, e coloca recursos públicos ao serviço de grupos privados que se estão a expandir à conta disso».

«O regresso da gestão do Hospital de Braga à esfera pública é uma boa notícia para o SNS e para os utentes do Hospital de Braga», conclui.