BRAGA -
Bosch e UMinho candidatam-se a 100 milhões para colocar Braga na vanguarda de soluções inovadoras para a mobilidade

Bosch e a UMinho anunciaram esta quinta-feira candidaturas para um investimento superior a 100 milhões de euros ao abrigo da nova fase de uma parceria que pretende “revolucionar o paradigma da mobilidade”.

A parceria de excelência entre Bosch e Universidade do Minho (UMinho) tem vindo a ser desenvolvida desde 2012. A primeira fase foi marcada pelo HMIExcel, um projecto que desenvolveu avançadas soluções multimédia para automóveis na relação homem-máquina. O HMIExcel envolveu um investimento de 19 milhões de euros, criou mais de 80 oportunidades de emprego e deu origem aos primeiros pedidos de patentes Bosch Car Multimédia Portugal.

Sob o mote INNOVATIVE Car HMI esta parceria que envolveu 30 projectos de investigação científica, cerca de 400 colaboradores e um investimento de 55 milhões de euros, com o apoio financeiro da União Europeia.

PUBLICIDADE

O principal objectivo do INNOVATIVE Car HMI é apresentar soluções globais para a instrumentação, informação e entretenimento nos futuros painéis de controlo dos automóveis, que serão incorporados no mundo da conectividade e condução autónoma, de acordo com a visão Driving Convenience.

Os denominados ‘carros inteligentes’ passam a ser uma realidade uma vez que são capazes de captar informação sobre o mundo circundante para tornar a condução mais segura, conveniente e confortável através de câmaras, sensores e tecnologia de ponta.

“BRAGA ANTECIPA O FUTURO”

“Braga está na vanguarda da criação de soluções inovadoras para a mobilidade do futuro”. A ideia foi defendida por Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, durante a cerimónia de encerramento da segunda fase da parceria de inovação entre a Bosch e a UMinho, que decorreu no Forum Braga.

“Braga fez história em Portugal ao investigar e desenvolver soluções que antecipam os novos desafios do futuro da mobilidade”, referiu Ricardo Rio, na cerimónia que contou com a presença da secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann.

Enaltecendo a parceria entre a Bosch e a UMinho, que se apresenta como “um exemplo transformador do território, contribuindo para mudar o mundo”, o autarca considerou que esta “partilha de conhecimento é perfeitamente alinhada com a ambição que se vive em Braga, um concelho que atravessa uma fase significativa de crescimento económico”.

“Ao longo dos últimos anos, o município tem criado condições para que todos os agentes do território possam aproveitar os muitos recursos que Braga tem para oferecer”, destacou Rio, sublinhando que o concelho tem tido “um papel notável do ponto de vista económico” nas diversas áreas de actividade, desejando que este modelo de “parceria estratégica entre a Bosch e a UMinho sirva de exemplo e que seja replicado por outras instituições possam replicar”.

A cerimónia de encerramento da segunda fase da parceria contou, ainda, com a presença do presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, além do reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, e dos administradores da Bosch Braga Carlos Ribas e Lutz Welling.