BRAGA - Braga para Todos desafia Ricardo Rio em carta aberta para “desplastificar” concelho

BRAGA -
Braga para Todos desafia Ricardo Rio em carta aberta para “desplastificar” concelho

Braga para Todos enviou uma carta aberta a Ricardo Rio, presidente da Câmara, e a todos os presidentes das Juntas de Freguesia,  para implementar medidas para ‘Desplastificar Braga’, em 10 passos.

Aquele movimento político pede Ricardo Rio que “olhe para o exemplo de Guimarães”,  que “tem pontos de recolha de beatas, e um sistema de reciclagem eficiente” ao contrário do que sucede em Braga “ onde “a maioria dos bracarenses não reciclam nem são incentivados a fazê-lo”,

Deste modo, o Braga para Todos apresentou 10 medidas propostas ao autarca, que para Elda Fernandes, responsável do movimento, “são possíveis e urgentes para a cidade ser activa nesta luta contra o tempo para salvar o planeta”.

PUBLICIDADE

MEDIDAS CONCRETIZÁVEIS

O movimento em 10 passos,  pede mudanças “muitas passíveis por sensibilização e outras por criação de um regulamento verde que premeie locais comerciais e também os cidadãos em geral”. A maioria das medidas, referidas pelo movimento, são para banir o uso de plástico de utilização única, a criação de novos mecanismos de recolha de lixo reciclável com a criação de vários pontos na cidade, também recolha de beatas e pastilhas elásticas e proibição do lançamento de balões.

“As nossas 10 medidas são concretizáveis, não alteram o orçamento limitado que gere a cidade, são inclusivas e abrangentes”, refere Elda Fernandes.

“ O Braga para Todos quer, nas próximas eleições, ter um adversário que defendeu Braga em todas as frentes. Queremos ter um grande desafio e não apenas apontar falhas”, lembrando que Ricardo Rio, “como vereador que foi muitos anos na oposição, sabe, melhor do que nós, que quanto melhores, mais informados, proactivos adversários tiver melhor governação a cidade”.

Elda Fernandes apela, ainda, ao autarca para em conjunto fazer a mudança que “Braga tanto precisa para diminuir o uso do plástico”.

AS 10 MEDIDAS

1) Copos reutilizáveis em todas as festas da cidade e consequente proibição de copos de plástico de utilização única. Medida abrangente a todos os espaços que englobam os eventos.

2) Proibição de talheres, palhinhas, copos de plástico nos estabelecimentos comerciais da cidade, acção de sensibilização junto destes locais e consequente benefícios, como por exemplo a atribuição de um selo verde da autarquia.

3) Sensibilização para a venda de água em garrafas de vidro e não plástico, em cafés e outras superfícies.

4) Oferta aos comerciantes do mercado e feira de Braga, pequenas mercearias, supermercados de cariz local sacos de papel para frutas e legumes e sugerir taxar os de plástico.

5) Acções de sensibilização junto dos cidadãos, espaços comerciais, turistas para o uso dos ecopontos e para evitar recorrer a produtos embalados em plástico. Esta acção pode ser em todos os eventos da cidade e começar já na Agro, no Posto de Turismo e junto dos espaços comerciais através da criação de um regulamento intitulado ‘ Desplastificar Braga’.

6)Proibição do uso de balões em festas da cidade ou de freguesias.

7) Colocação de copos de papel, em detrimento dos de plástico, e opções para as pessoas encherem os seus cantis de água em locais como centros de saúde, hospitais, clínicas sem recorrer copos de plástico.

8) Coimas para quem deixar beatas e pastilhas elásticas no chão. Colocação de caixotes pequenos espalhados na cidade para beatas, pastilhas e dejectos de cão.

9) Oferta de cantis de água, a todas as escolas sobre a tutela do município, para evitar os mais jovens de recorrer a comprar água plastificada. Oferta dos mesmos nas juntas de freguesia. Colocação de bebedouros em escolas, centros de saúde, e espaços da tutela do município, bem como em mais pontos da cidade.

10) Colocação de ecopontos de plástico e papel ao lado dos caixotes de lixo espalhados pela cidade, e consequente reforço destes e não dos de lixo comum.