REGIÃO -
“Caminho de Torres”. 23 km de caminhada por descobrir em Ponte de Lima

O Caminho de Torres, assim batizado devido ao nome do famoso peregrino espanhol Diego de Torres Villarroel – que pela primeira vez o fez no século XVIII, num percurso desde Salamanca a Santiago de Compostela – atravessa, vindo de Braga, o concelho de Ponte de Lima pela margem sul, até convergir com o tradicional Caminho Português de Santiago.

No troço do caminho em Ponte de Lima, que abrange uma extensão de «cerca de 23km, foi já instalada a sinalética padronizada conforme as normas internacionais do Plano Jacobeu, assim como áreas de descanso nas freguesias da Queijada e da Labruja, prevendo-se para muito breve trecho a colocação de um painel informativo em Ponte de Lima, já preparado», pode ler-se em nota enviada pelo Município de Ponte de Lima.

Foi também realizada uma acção de sensibilização sobre o Caminho de Torres, a sua contextualização e importância, que contou com a presença de representantes das várias freguesias (Anais, Fornelos e Queijada, Rebordões Souto, Arca e Ponte de Lima, Arcozelo, Labruja) cruzadas por esta via jacobeia.

PUBLICIDADE

O Município sublinha ainda que «este é já um dos itinerários jacobeus devidamente organizados e definidos em Portugal, objecto de um investimento global de 1 milhão de euros, cofinanciado a 85% pelo Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020), através do FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional), no âmbito de um projecto iniciado em 2017, denominado “Valorização Cultural e Turística do Caminho de Santiago – Caminho de Torres”, que junta diversas Comunidades Intermunicipais, entre elas a do Alto Minho».