EDIÇÃO IMPRESSA -
CAO Ser Igual voltou a abrir portas. «As saudades já eram muitas» mas todos os cuidados são poucos 

Depois de dois meses de portas fechadas, o Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) Ser Igual, da Valoriza, reabriu a 18 de Maio. Nessa altura, recebeu sete utentes, a que se jun- taram mais sete no início de Junho, de acordo com as medidas de desconfinamento do Governo. «Nos primeiros dois dias, o Centro estava estranhamente silencioso e o estado anímico mais apático. Parece que havia algum medo colectivo de errar», conta a Directora do CAO, Elisabete Teixeira, ao jornal “O Amarense”. 

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Junho de 2020, nas bancas.