EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO -
Centro Qualifica de Braga arranca para promoção da aprendizagem ao longo da vida

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Arrancou esta terça-feira, no auditório da Escola Sá de Miranda, o primeiro grupo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) Profissional para Técnicos de Acção Educativa, à luz do Referencial de Competências Chave da respectiva área. A promoção de políticas de valorização da educação/formação ao longo da vida é o objectivo.

Esta acção, desenvolvida pelo Centro Qualifica do município, afirma a vereadora da Educação, “tem como objectivo reconhecer e validar as competências profissionais de assistentes operacionais e técnicos que se encontram a trabalhar nas escolas do concelho de Braga, mas que não dispõem de uma certificação formal das competências que foram desenvolvendo nas suas carreiras ao longo do tempo”.

PUBLICIDADE

Salientando que os programas de educação e formação de adultos “garantem a efectividade de um direito cultural e social fundamental que é o acesso ao ensino e/ou formação igual para todos”, Carla Sepúlveda sublinha que o Centro Qualifica tem desenvolvido um “trabalho de excelência no que se prende com a promoção da aprendizagem ao longo da vida valorizando, através dos vários programas de acção, as dimensões pessoal e profissional dos candidatos” e  desempenhado “um papel preponderante” na promoção de políticas de valorização da educação/formação ao longo da vida, “impulsionando maior cooperação entre as empresas e a entidade formadora”.

NOVO GRUPO

Segundo a vereadora, este grupo RVCC Profissional “faz ainda mais sentido por ser direccionado para os assistentes operacionais e técnicos das nossas escolas”.

Devido à elevada manifestação de interesse pelo curso formativo, prevê-se, em breve, a criação de um novo grupo, anunciou a vereadora.

Paralelamente ao reconhecimento das competências profissionais adquiridas pela experiência na área de Técnico de Acção Educativa, estes candidatos beneficiam de cinquenta horas de formação profissional gratuita na área da animação e ocupação de tempos livres através das expressões plástica, musical e corporal.

A primeira edição deste processo de RVCC Profissional conta com cerca de cinquenta candidatos.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS