REGIÃO -
CIM Alto Minho cria catálogo colectivo das bibliotecas públicas municipais do Alto Minho com 300 mil registos

A Comunidade Inter-municipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) acaba de lançar um portal de pesquisa das colecções e fundos documentais de toda a Rede Inter-municipais de Bibliotecas Públicas Municipais do Alto Minho (RIBAM). Ao todo estão registados cerca de 300 mil documentos.

O portal, já disponível em http://bibliotecas.altominho.pt/, é, avança a CIM Alto Minho,  suportado por “um sistema inovador que permite a agregação de conteúdos de diferentes fontes de informação e a pesquisa a partir de um único ponto de acesso”.

A RIBAM é constituída pelas bibliotecas públicas municipais dos dez municípios do Alto Minho: Arcos de Valdevez, Caminha, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira. Nos casos em que já estão formalizadas as redes concelhias de bibliotecas, outras bibliotecas como as escolares e as associativas estão também agregadas às bibliotecas públicas municipais, o que resulta num maior número de recursos associados.

PUBLICIDADE

Actualmente, estão disponíveis para consulta online cerca de 300 mil registos, provenientes de várias fontes de informação. Os fundos documentais das bibliotecas municipais de Valença e de Melgaço, por procedimentos técnicos ainda em curso, integram esta plataforma até ao final deste ano.

“Através deste portal, os utilizadores poderão pesquisar e recuperar informação relevante de uma forma simples e eficaz”. Para isso, os utilizadores apenas precisam de introduzir os termos de pesquisa na plataforma, como se de um motor de busca se tratasse, e depois de localizada a informação, são redireccionados para o sistema que contém a informação primária, permitindo-lhes consultar a respectiva informação de forma completa e no seu contexto original”, explica aquela entidade alto-minhota.

Inserido no projecto da CIM Alto Minho – e-Gov Alto Minho 2020, cofinanciado pelo Norte 2020, o desenvolvimento desta plataforma tem como objectivos “diversificar públicos através do aumento das actividades e serviços digitais oferecidos à população geral, mas também proporcionar novos serviços de informação aos cidadãos, às empresas locais, associações e grupos de interesse, contribuindo para a qualificação dos serviços das bibliotecas públicas e para a promoção e consolidação dos laços com a comunidade envolvente”.

O portal representa, refere, “uma outra dimensão do papel das bibliotecas, assente num trabalho em rede, colaborativo e inter-municipal de promoção do conhecimento local e da preservação e fruição da herança cultural do Alto Minho”.