REGIÃO - Consórcio UNorte.pt preocupado com fraca aposta regional em ciência e tecnologia

REGIÃO -
Consórcio UNorte.pt preocupado com fraca aposta regional em ciência e tecnologia

As equipas reitorais das universidades do Minho, do Porto e de Trás-os-Montes e Alto Douro manifestam em comunicado, “uma grande preocupação com o futuro da região na próxima década.

No final de uma reunião do consórcio Unorte.pt , que decorreu esta quarta-feira, em Vila Real, as universidades concluiram que devem “ter um papel ativo na preparação do Programa Europa 2030, tendo em conta as exigências quanto aos níveis de educação superior e a centralidade do conhecimento no desenvolvimento da região”.

Consideram fundamental – acrescentam – “a aposta da região no investimento em investigação e inovação e na garantia de financiamentos institucionais competitivos com base em fundos estruturais”.

PUBLICIDADE

Defendem ainda que, “o futuro da região passa pela geração, atração e fixação de talento capaz de criar riqueza e assegurar a criação de valor, a partir do conhecimento e da criatividade, num contexto de articulação com o tecido social, económico e institucional”.

Na ocasião, foi também reafirmada “a importância crítica para o consórcio e a região dos projetos estratégicos de Investigação e Desenvolvimento (I&D) preparados pelo UNorte.pt nos eixos estruturantes da estratégia regional de especialização inteligente, os quais aguardam abertura de um aviso pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) ao abrigo do Norte 2020”.

Mostraram “preocupação” sobre o modo como as universidades estão a ser confrontadas com alterações de regras de execução orçamental de alguns programas apoiados por fundos regionais e a importância de uma boa utilização dos fundos da reprogramação”.

TRABALHO CONJUNTO

As três universidades do consórcio UNorte.pt “entenderam reforçar dinâmicas de trabalho conjunto em curso nas áreas do ensino e internacionalização, da investigação e inovação, da cultura e do desporto e ainda da ação social”.

Foi dado particular destaque – dizem  – “ao trabalho no desenvolvimento e na partilha de boas práticas de modernização administrativa, visando a desmaterialização e simplificação de processos”.

Para cumprir o objetivo de aumentar o número de estudantes e as dinâmicas de internacionalização em curso é fundamental – lembram – “continuar a apostar na ação social”. Neste âmbito, foi sinalizada a boa articulação entre os serviços das três instituições.

No final da reunião, os reitores Rui Vieira de Castro, António Sousa Pereira e António Fontaínhas Fernandes congratularam-se com os resultados conseguidos e reiteraram o seu compromisso com os objetivos que presidiram à criação do consórcio UNorte.pt.

Com o objetivo de contribuir para este propósito, o consórcio pretende organizar uma iniciativa regional, aberta a outras instituições e organizações, com vista a contribuir para a construção de uma agenda da região Norte para próxima década e para o desenvolvimento de uma região que se quer mais coesa, mais competitiva, mais próspera e mais justa.