TERRAS DE BOURO –  Deputado Rui Silva questiona Ministro do Ambiente sobre «graves problemas» de saneamento

TERRAS DE BOURO –
Deputado Rui Silva questiona Ministro do Ambiente sobre «graves problemas» de saneamento

O deputado do PSD Rui Silva questionou esta quarta-feira, no Parlamento, o Ministro do Ambiente e da Transição Energética sobre os «graves problemas» de saneamento básico existentes no concelho de Terras de Bouro.

«Existem graves problemas por falta da construção das ETAR [Estação de Tratamento de Águas Residuais] necessárias, bem como dos interceptores respectivos. Há descargas de efluentes, a correr a céu aberto, com lançamento no leito dos rios Gerês e Cávado», explicou.

PUBLICIDADE

Na intervenção, feita no debate na especialidade do Orçamento do Estado para 2019, Rui Silva disse ser «urgente construir os subsistemas do Cávado/Gerês e de Valdozende e as ETAR compactas de Gondoriz, Chamoim e Pergoim».

«O Município de Terras de Bouro tem diligenciado junto das Águas do Norte a concretização da ETAR de Terras de Bouro, que permitirá a desactivação das ETAR de Moimenta e Pesqueiras, completamente obsoletas e um verdadeiro cancro ambiental», frisou.

Segundo o deputado do PSD, eleito pelo círculo eleitoral de Braga, «as Águas do Norte prevêem algum pequeno investimento para 2021», mas «esta data é claramente penalizadora para o Município de Terras de Bouro e para todos os concelhos dos vales do Cávado e do Homem».

«Está disponível para antecipar essa calendarização para podermos continuar a preservar o único Parque Nacional português?», questionou, dirigindo-se ao Ministro João Pedro Matos Fernandes.

Terras de Bouro é, na perspectiva de Rui Silva, «fundamental na produção de recursos hídricos e eléctricos, pois possui instalado no Cávado e no Homem as barragens da Caniçada e de Vilarinho das Furnas».