BRAGA - Equipamentos inovadores controlam iluminação de Braga

BRAGA -
Equipamentos inovadores controlam iluminação de Braga

A Câmara de Braga instalou recentemente em todo o perímetro urbano da zona norte da cidade, na zona do Pachancho, em cerca de 4,5 hectares, equipamentos inovadores que se constituem como uma solução completa de iluminação pública inteligente.

Considerada uma zona piloto de instalação, este projecto de iluminação pública inovador é concebido para que ocorra uma diminuição automática do fluxo luminoso sempre que não exista movimento na área de abrangência, estando preparados para telegestão e equipados com sensores ambientais.

Braga reforça, deste modo, a aposta na gestão da eficiência energética e na modernização da infraestrutura de iluminação pública – fazendo a conversão da iluminação convencional para iluminação LED – com equipamentos inovadores e inteligentes. Este investimento é financiado pelo Fundo Ambiental, no âmbito do projecto BUILD – Braga Urban Inovation Laboratory Demonstrator. Esta é uma solução que pretende revolucionar o conceito de ‘Smart City’ e ‘Internet of Things’.

PUBLICIDADE

ALARGAR TECNOLOGIA

Para o vereador do Ambiente, Altino Bessa, “o município está a diligenciar para alargar a tecnologia led às luminárias de todo o território. Tem sido feito um esforço considerável e temos já um número significativo substituído. Esta solução instalada no âmbito do projecto BUILD ser aplicada junto aos principais equipamentos, na relação com a segurança, e sempre que se justifique em projectos como este”, referiu.

Já para o vereador Miguel Bandeira “estas luminárias têm associados sistemas de telegestão e são passíveis de se monitorizar via plataforma electrónica a instalar no Edifício Castelo (LIU – Laboratórios de Inovação Urbana). É fundamental para nós como suporte à investigação e aos planos em curso, permitindo-nos tomar decisões e constituir a base de projectos de inovação”, referiu acrescentando que “este constituirá o primeiro passo de um projecto alargado de transferência de conhecimento e monitorização numa parceria entre a Câmara e as Universidades, que se pretende que no futuro possa promover a aplicação a outros locais do concelho”.

FUNCIONALIDADES

De uma forma resumida o sistema disponibiliza as seguintes funcionalidades: gestão remota e adaptação flexível de níveis de iluminação; verificação e Controlo do estado efectivo da iluminação (on/off/parcial) com notificações automáticas de falhas; medição do consumo de energia em tempo real, com registo dos dados históricos, para efeitos de medição e verificação das economias de energia obtidas; interface que permite visualizar os pontos de luz num mapa, com a área de intervenção e os nomes das vias tal como estão definidos na cidade; informação detalhada sobre a luminária conectada e possibilidade de definir e atribuir calendários específicos de regulação para pontos de luz individuais ou para grupos de pontos.

Estes equipamentos têm associado sensores de detecção de movimento que quando detectam circulação na sua área de abrangência, despoletam o aumento automático da iluminação até um nível programado. Uma vez decorrido o tempo de espera desde a detecção, a iluminação diminui até um nível também pré-programado.

No que concerne aos sensores ambientais, estes equipamentos dispõem de um sistema de comunicação GPRS, para recolha e armazenamento de dados através de Cloud.  O sensor ambiental permite medir inúmeras variáveis como níveis de ozono, monóxido de carbono e dióxido de carbono, compostos orgânicos voláteis, partículas e temperatura, pressão atmosférica e humidade.

A interligação deste sistema com as áreas da gestão municipal e outras surgem naturalmente e são fundamentais para a construção de uma cidade inteligente ao mesmo tempo que são fatores de melhoria da qualidade do ambiente urbano e de vida das populações envolvidas.

BUILD

O BUILD é um projecto de inteligência urbana que visa reduzir as emissões de gases com efeito estufa e a intensidade carbónica na cidade de Braga. Este projecto inovador promove o desenvolvimento, validação e teste de novas tecnologias, serviços e respectivas aplicações em contexto real para posteriormente implementar a nível concelhio e idealmente a nível nacional.

A área de intervenção inicial é localizada nas freguesias de São Vicente e de São Victor. Através do Laboratório de Inovação Urbana (LIU) – um laboratório de experimentação dedicado à territorialização em ambiente urbano, com o suporte da investigação dos parceiros científicos deste projecto – será garantido o funcionamento da infraestrutura tecnológica implementada e dos serviços associados.

O BUILD é um projecto do município bracarense, financiado pelo Fundo Ambiental e resulta da construção de uma parceria científica e estratégica entre o município e a Universidade do Minho (UM); o Centro de Computação Gráfica (CCG); o Laboratório Internacional de Nanotecnologia (INL); os Transportes Urbanos de Braga; a Braval; a Agere; a Junta de Freguesia de S. Victor e de Junta de Freguesia de S. Vicente.