EDUCAÇÃO -
Escola Secundária de Amares participa em projecto europeu para melhorar capacidade oral da Língua Inglesa

A Escola Secundária de Amares (ESA) encontra-se a participar num projecto Erasmus+ denominado AROSE (Advancing and Reassessing Oral Skills in English), desde Novembro de 2019, tendo sido realizada no passado dia 22 de Outubro, via conferência online, uma reunião de trabalho com a participação de todos os parceiros envolvidos.

O projecto, liderado pela Universidade de Murcia, integra a participação de parceiros turcos, italianos, espanhóis e portugueses.

PUBLICIDADE

Portugal, que conta com uma equipa de docentes de Inglês da Escola Secundária de Amares (ESA) e também com a Casa do Professor, tem vindo a desenvolver ferramentas que depois de testadas irão ser aplicadas na avaliação da oralidade dos alunos.

«O projecto nasceu da constatação que nos países do Sul da Europa, os alunos evidenciam mais dificuldades nas capacidades orais no que diz respeito à língua inglesa, comparativamente com os alunos dos países do Norte da Europa. Tal facto compromete a sua mobilidade europeia e condiciona as suas oportunidades de emprego», refere uma nota do Agrupamento de Escolas de Amares.

Na conferência do dia 22, organizada e dinamizada pela Casa do Professor, apresentou-se o projeto a um público mais alargado de docentes, explicaram-se as razões pelas quais a ESA se encontra a participar e deu-se testemunho do impacto esperado do mesmo.

«Com a participação neste projecto, a ESA espera contribuir para a melhoria e validação de práticas de avaliação no domínio da oralidade da língua inglesa, alargando as possibilidades de sucesso de todos os seus alunos. Este projecto assume extrema importância no contexto actual de uma sociedade globalizante onde as competências linguísticas, nomeadamente o Inglês, são fulcrais para o sucesso pessoal e profissional. Salienta-se ainda a importância do envolvimento de toda a comunidade educativa neste projecto», frisa.