REGIÃO -
Esposende lança projecto de apoio à população idosa no domicílio

Uma equipa multidisciplinar da Câmara de Esposende está a implementar no concelho o projecto Espaços Âncora, que visa reduzir o isolamento social dos mais velhos e, simultaneamente, promover a melhoria da qualidade de vida destes munícipes no seu domicílio e em segurança.

“Concebido no sentido de se providenciar uma resposta aos munícipes que, em situação de pandemia, careceriam de ficar em isolamento social e não o poderiam fazer nas suas residências habituais, o projecto evoluiu, entretanto, para uma vertente mais vocacionada para a comunidade idosa do concelho na medida em que foram identificadas sérias necessidades no contexto do seu mais próximo acompanhamento”, afirma a autarquia em comunicado.

Denominado ‘Você fica em casa e fica bem’, este projecto “assenta numa abordagem holística e personalizada, contemplando as dimensões sociais, ocupacionais e psicológicas, numa intervenção técnica e especializada”.

PUBLICIDADE

Esta medida, acrescenta o comunicado, insere-se “no acompanhamento atento que o município de Esposende tem dispensado a toda a comunidade, decorrente da evolução da situação da covid-19, em que a saúde e o bem-estar de todos constituem a grande prioridade”.

A autarquia refere ainda que “ao longo destes últimos meses, resultado do trabalho em parceria, têm sido desenvolvidos esforços para encontrar as respostas aos grandes desafios que esta pandemia coloca, nomeadamente na intervenção junto de pessoas idosas, em situação de vulnerabilidade social e/ou económica, que por força das medidas de contingência, vivenciam situações de exclusão social ainda mais acentuadas”.

Citando a Organização Mundial de Saúde, lembra que o contexto de pandemia e consequente estado de emergência, causaram pressão psicológica e stress em grande parte da população afectada. As incertezas provocadas pela covid-19, os riscos de contaminação e a obrigação de isolamento social podem agravar ou gerar problemas ao nível da saúde mental, o que, inevitavelmente, se traduz também em impactos ao nível da sua saúde física.

“Por esta razão, e com foco na intervenção específica e especializada com a população idosa, o município de decidiu avançar para este patamar de intervenção, traduzido no Projecto Espaços Âncora”, vinca.

Tratando-se de um projecto piloto, a Câmara pela à colaboração “fundamental” de todos os esposendenses na “identificação de casos de isolamento de idosos que possam ser envolvidos neste projecto, para que seja alcançado um maior número de pessoas com necessidade de acompanhamento”.