REGIÃO -
Esposende. Unidade de Saúde de Fão reabre na próxima segunda-feira 

A Unidade de Saúde de Fão reabre na próxima segunda-feira, o que acontece depois de terem sido implementados todos os meios necessários que permitem salvaguardar a segurança de utentes e dos profissionais de saúde, informa a Câmara Municipal de Esposende.

Também Centro de Saúde de Esposende está a funcionar desde quinta-feira, com o horário completo, ou seja, das 08h00 às 20h00. Outros equipamentos de saúde aguardam ainda a reabertura.

“Começa, assim, a cumprir-se a anunciada reabertura das unidades de saúde concelhias que ainda se mantêm encerradas por força das obrigatórias alterações decorrentes da pandemia por Covid-19”, afirma a autarquia, referindo que “as mesmas assentam em critérios de saúde pública no sentido de salvaguardar a prestação permanente de serviços de saúde primários à população, mas sempre observando as condições de segurança impostas pela Direcção Geral de Saúde.

PUBLICIDADE

Benjamim Pereira, presidente da Câmara, recorda que a autarquia “preocupada com o impacto que estes encerramentos, se bem que temporários, representam para a população (…), tem reivindicado junto das entidades competentes (Agrupamento de Centros de Saúde do Cávado III Barcelos/Esposende e Administração Regional de Saúde), enquanto únicas responsáveis pelo funcionamento destes equipamentos públicos”.

O edil lembra ainda que, face aos constrangimentos provocados pela pandemia, o ACES Cávado foi obrigado a efectuar “uma reorganização interna profunda no sentido de permitir a melhor prestação de serviços à população”.

“Assim mesmo, e de forma a garantir as necessárias condições de segurança, o plano de retoma da prestação de cuidados nas Unidades do ACES implica a adopção de medidas extraordinárias, entre as quais a contratação de recursos humanos, razão pela qual ainda não foi possível a reabertura de todos os equipamentos”.

Sublinhando que o encerramento definitivo de qualquer uma das actuais unidades de saúde “nunca esteve em causa”, e considerando os constrangimentos que se vivem nesta

fase, Benjamim Pereira apela “à melhor compreensão de toda a população na certeza de que tudo estamos a fazer para que a situação se resolva no mais curto prazo possível”.

A Câmara Municipal tem disponibilizado circuitos de transporte que abrangem todo o território concelhio, assegurando a deslocação dos utentes.

Do mesmo modo, as instituições particulares de solidariedade social do concelho também apoiam comunidade mais idosa no transporte, sempre que solicitada a sua colaboração e identificada a necessidade.