AMARES -
Feira semanal de Amares regressou esta quarta-feira com medidas de segurança

A feira semanal de Amares regressou esta quarta-feira, disponibilizando aos consumidores os habituais produtos. A reabertura decorreu de acordo com um conjunto de normas de funcionamento específicas e regras emanadas pelas autoridades de saúde.

Em comunicado, a autarquia refere que «as medidas determinadas pelo Município de Amares pretenderam criar um clima de segurança e confiança para dar continuidade à actividade profissional dos diferentes vendedores que, habitualmente, integram esta feira e, ao mesmo tempo, disponibilizar um conjunto de bens e produtos a todos os munícipes».

PUBLICIDADE

«A Câmara Municipal de Amares procurou reabrir com todos os cuidados necessários ao bom funcionamento do espaço da feira semanal e ao cumprimento de todas as normais de higiene e segurança que se impõem nesta fase. É com muita satisfação que registo que quem veio à feira cumpriu todas as normais de segurança, da mesma forma que saliento o rigor com que os comerciantes se têm adaptado às novas exigências», referiu o presidente da Câmara, Manuel Moreira, citado no comunicado.

Após cerca de dois meses encerrada como medida de combate e prevenção devido à pandemia Covid-19, a retoma fez-se de forma «muito civilizada e conscienciosa», acrescentou o vereador das Feiras e Mercados, Vítor Ribeiro.

«Terminada que está esta primeira feira depois deste interregno, o Município de Amares faz um balanço muito positivo desta retoma à normalidade possível, que decorreu em segurança, sem incidentes, e com respeito por parte de todos», salientou.

NORMAS DE FUNCIONAMENTO

As normas de funcionamento vão manter-se nas próximas semanas. Todos os consumidores e utilizadores do recinto da feita estão obrigados a usar máscara, sendo que no caso dos feirantes há obrigatoriedade de usar máscara ou viseira.

Não devem estar mais de duas pessoas por bancada/espaço de atendimento dos comerciantes, devendo ser respeitada a distância social de segurança de dois metros, no momento da compra.

Os feirantes devem higienizar as mãos no início e no final de cada atendimento e as zonas que estiverem em contacto com os clientes devem se higienizadas com frequência.

«É imperativo evitar aglomerados no recinto da feira e ter atenção com o lixo produzido que deve ser acondicionado e colocado nos contentores próprios, sob pena de instauração de processo contra-ordenacional», refere a Câmara.

Deve ser privilegiado o pagamento automático (multibanco, MBWay e Contactless).