SAÚDE -
Hospital de Braga recebeu no primeiro semestre de 2020 mais de 400 casos de AVC  

O Hospital de Braga recebeu, no primeiro semestre de 2020, mais de 400 casos de doentes por suspeita e posterior diagnóstico efetivo de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Em comunicado, o Hospital de Braga adianta que «deste número, fazem parte os doentes encaminhados pelo INEM, através da Via Verde de AVC e todas as outras situações com o mesmo diagnóstico admitidos pelo Serviço de Urgência ou outros Serviços do Hospital. A nível nacional, esta é a Unidade com mais ativação pelo INEM da Via Verde do AVC».

UAVC

PUBLICIDADE

A Unidade de AVC (UAVC) do Hospital de Braga é composta por uma equipa multidisciplinar, com critérios de qualidade reconhecidos e com protocolos bem definidos que permitem uma intervenção precoce e rápida no tratamento desta patologia no doente agudo, tornando-se fundamental nos primeiros sintomas da doença.

Segundo a Responsável da UAVC do Hospital de Braga, Carla Ferreira, «a doença vascular cerebral continua a ser a principal causa de incapacidade em todo o mundo e de mortalidade em Portugal, sendo por isso fundamental mantermo-nos atentos aos sinais da doença e não descurar os mesmos em tempo de pandemia».

Apesar da reorganização da Unidade que a COVID-19 obrigou, a UAVC do Hospital de Braga «manteve a sua actividade integral preservando a prestação de cuidados de saúde atempados».