BRAGA - Infraestruturas de Portugal já arrancou com remoção de espécies arbóreas em Braga

BRAGA -
Infraestruturas de Portugal já arrancou com remoção de espécies arbóreas em Braga

À semelhança do que já aconteceu nas estradas de acesso ao Bom Jesus, Estrada Nacional 103 e na Via da Falperra, Estrada Nacional 309, as Infraestruturas de Portugal (IP) estão a proceder, desde esta segunda-feira, à remoção de um conjunto de espécies arbóreas (Liquidâmbares, vulgarmente conhecidas por árvore do âmbar), que se encontram localizadas na avenida António Macedo, EN14, entre o Km 47.6 e o Km 48.0.

A operação tem uma duração prevista de 3 a 4 semanas.

De acordo com a Infraestruturas de Portugal esta operação “deve-se ao facto de haver necessidade de melhorar, repor e garantir as condições de circulação dos peões e na plataforma rodoviária”.

PUBLICIDADE

Na base desta decisão, e segundo informação deste organismo, trata-se de uma operação “imprescindível, em salvaguarda da segurança de pessoas e bens”.

“Os exemplares arbóreos em causa são demasiadamente grandes para os locais em que se encontram instalados, estando as suas raízes a danificar o passeio e a própria infraestrutura viária. Assim é essencial a sua remoção, cuja intervenção na sua totalidade (abate, passeios e guarda corpos) irá decorrer por um período de 3 a 4 semanas”, refere documento da Infraestruturas de Portugal.

“Após esta intervenção, e tendo em consideração o espaço disponível, nomeadamente nas zonas verdes adjacentes, proceder-se-á à plantação de novos exemplares arbóreos, por forma a compensar a remoção, que se prevê vir a ocorrer na próxima época adequada à plantação”, avança a Câmara de Braga com base nas informações prestadas pela IP.