EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO -
ISAVE aposta na expansão, qualidade e desenvolvimento

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Terminados os diferentes concursos de acesso ao Ensino Superior, e depois de estabilizada a oferta educativa, bem como o corpo docente e não docente da instituição, o ISAVE continua a sua actividade lectiva presencial com um crescimento de mais de 33% relativamente ao ano anterior.

A oferta inclui três ciclos de estudos de licenciatura – Enfermagem, Dietética e Nutrição e Fisioterapia – para além dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP).

PUBLICIDADE

Neste ano lectivo, a turma do primeiro ano de Enfermagem duplicou o número de estudantes matriculados face ao ano anterior e iniciou-se uma segunda turma de primeiro ano para a licenciatura em Dietética e Nutrição, o ciclo de estudos mais recente no ISAVE.

No ciclo de estudos de Fisioterapia, a turma de primeiro ano atinge também os limites possíveis. O ISAVE acolhe também este ano um maior número de estudantes estrangeiros, sedimentando a estratégia de internacionalização.

Pela primeira vez também, o ISAVE vê autorizada a possibilidade de estender a sua oferta de CTeSP a Braga e a Chaves, permitindo a descentralização da oferta educativa e a criação de maior proximidade aos seus públicos-alvo.

A formação pós-graduada na área da saúde é também uma realidade retomada este ano lectivo, e com elevada procura, proporcionando especialização e formação contínua a profissionais do sector.

«Este crescimento tem vindo a estimular a administração do ISAVE para um investimento na criação de mais e melhores condições para a comunidade académica, tendo assim apostado na criação de um segundo edifício, também em Amares, proporcionando espaços mais amplos, mais adequados e capazes de dar resposta ao crescimento que instituição tem vindo a experienciar. Prevê-se que, no segundo semestre, parte da actividade lectiva já venha a funcionar neste novo edifício», refere o instituto.

Em comunicado, a administração assinala que «crescer em número de estudantes, mas também na sua oferta educativa e na qualidade dos serviços prestados é a ambição do ISAVE, que continuará progressivamente a apostar na diferenciação característica do território onde se encontra como uma mais-valia para a sua expansão».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS