SAÚDE – Já é possível fazer testes ao VIH/sida e hepatites nas farmácias

SAÚDE –
Já é possível fazer testes ao VIH/sida e hepatites nas farmácias

Os primeiros testes rápidos de rastreio do VIH/sida e dos vírus da hepatite em farmácias começam a estar disponíveis a partir desta quarta-feira em Cascais e serão depois alargados a outras zonas do país.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, explicou que Cascais é a primeira localidade em Portugal a aplicar os testes rápidos de rastreio da infecção por VIH e por vírus da hepatite C e B nas farmácias comunitárias e nos laboratórios de patologia e análises clínicas.

Perante o resultado reactivo de um teste (que ainda não significa positividade), a farmácia ou o próprio utente podem entrar em contacto com a linha SNS 24, que fará o encaminhamento para o hospital que o doente escolha a fim de repetir o teste e, caso se confirme, passar a ser seguido.

PUBLICIDADE

Fernando Araújo lembrou ainda que o Ministério da Saúde mantém o objectivo de, até final do ano, ser possível comprar estes testes nas farmácias e realizá-los em casa.

Segundo o governante, a proposta legislativa que avança com a possibilidade dos testes em casa já foi aprovada em Conselho de Ministros e promulgada pelo Presidente da República.

Com estas medidas, o Ministério da Saúde pretende aumentar a detecção precoce da infecção por VIH e das hepatites virais, com o objectivo de transformar Portugal “num país livre da epidemia VIH/sida” em 2030.

Fernando Araújo salienta que Portugal assistiu nos últimos anos a uma importante redução da incidência da doença, mas que continua com um número de casos superior à média europeia.