AMARES –  Já há projecto para criar canil municipal em Dornelas

AMARES –
Já há projecto para criar canil municipal em Dornelas

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

A Câmara de Amares já tem um projecto para criar um Centro de Recolha Oficial de Animais de Companhia de Amares, vulgarmente designado por canil, que ficará sediado no futuro Centro de Valorização Ambiental, na freguesia de Dornelas.

Em comunicado, a Câmara diz que esta equipamento, que «promete ser um exemplo de sustentabilidade», «estará em linha com as mais recentes directrizes ambientais sendo o primeiro canil, em Portugal, a responder aos desafios da economia circular, transformando-se também num espaço de educação ambiental».

PUBLICIDADE

«Estamos muito satisfeitos porque este projecto, para além de inovador e de colocar Amares na rota da sustentabilidade, estará enquadrado harmoniosamente com o espaço natural», refere Manuel Moreira, que recentemente visitou o espaço, juntamente com o vereador Vítor Ribeiro e o presidente da Junta, António Paredes.

Para o presidente da Câmara, «este espaço permitirá dar dignidade aos animais de rua e também será uma alavanca para os processos de educação e sensibilização ambiental, de envolvimento da comunidade».

SISTEMA INOVADOR

Em comunicado, a Câmara adianta que o sistema para o tratamento dos efluentes do Centro de Recolha de Animais de Amares recorrerá a uma fito-etar que irá utilizar diferentes espécies de plantas autóctones para realizar o seu tratamento.

«O canil municipal será um espaço em harmonia com a natureza que promoverá o bem-estar, a higiene e a qualidade de vida dos animais. Simultaneamente permitirá promover várias iniciativas com a vertente pedagógica, realizar campanhas de adoção de animais e de promoção do voluntariado», especifica.

O projecto ocupará cerca de 400 metros quadrados dos quatro hectares do parque, sendo constituído por 26 boxes para canídeos, quatro boxes para felídeos, três boxes para isolamento, uma sala de recobro e uma box para outras espécies, assim como um espaço de recepção de visitantes.

O projecto foi candidatado em Abril de 2018 ao Programa de Concessão de Incentivos Financeiros para a Construção e Modernização de Centros de Recolha Oficial de Animais de Companhia e obteve parecer favorável. No entanto, a verba alocada ao aviso não permitiu abranger o CRO de Amares. A autarquia aguarda financiamento em 2019.