TERRAS DE BOURO -
João Madeira (Chega) quer «desmontar a argumentação através da acção»

O candidato do Chega à Câmara Municipal de Terras de Bouro, João Madeira, classificou esta sexta-feria como «bom» o balanço da campanha eleitoral que hoje finda (amanhã, sábado, é dia de reflexão). Para João Madeira, «o início do projecto surgiu algo tarde», o que «obrigou a uma adaptação um pouco em cima do tempo», mas que permitiu igualmente «adquirir experiência para o futuro». Destacou, ainda, que «está instituído na nossa sociedade fazer este tipo de campanha, mas nós queremos manter este contacto ao longo dos quatro anos e julgo que os partidos deveriam ter mais acções planeadas ao longo do tempo e não somente nas últimas semanas antes das eleições».

«O balanço da campanha eleitoral é bom, pela aprendizagem e conhecimento obtido do território. O início do projecto foi dado algo tarde, o que nos obrigou a “correr atrás do tempo”, mas julgo que soubemos adaptar-nos e aprender no campo político», começou por dizer João Madeira, instado a comentar o período eleitoral.

Mais à frente, o candidato sublinhou ser «importante ir votar e fazê-lo em consciência», acrescentando ainda que pretende, no campo político, «desmontar os argumentos através da acção».

PUBLICIDADE

PARA DOMINGO

Quanto ao próximo domingo, “dia de todas as decisões”, João Madeira revela que «conseguir eleitos na Assembleia Municipal» e ainda a «eleição de um vereador» são os resultados positivos que espera, não esquecendo a ambição em conseguir «ganhar na Junta de Vilar da Veiga».

Ao longo desta sexta-feira, o Chega está a percorrer o concelho com uma viatura para manter o contacto com a população.