CULTURA - Márcia e Sarah MacCoy sobem ao palco do Theatro Circo este sábado

CULTURA -
Márcia e Sarah MacCoy sobem ao palco do Theatro Circo este sábado

O Theatro Circo, em Braga, apresenta este sábado dois concertos no feminino. O primeiro, na sala principal, pelas 21h30, tem na americana Sarah MacCoy a protagonista. Às 23h59, o pequeno auditório fica a cargo da portuguesa Márcia.

Márcia é seguramente um dos talentos maiores da composição em língua portuguesa. Os seus discos atestam isso mesmo. Início com o EP ‘A Pele que Há em Mim’, seguiu-se ‘Dá’, ‘Casulo’, ‘Quarto Crescente’ e ‘Vai e Vem’, editado em 2018. Este último registo é precisamente o mais recente trabalho da viagem da compositora de excelência, que inclusive já escreveu para outros artistas como Ana Moura, António Zambujo e Sérgio Godinho, entre outros.

Autora de temas intemporais como ‘A Insatisfação”’, ‘Cabra Cega’ e ‘Tempestade’ apresenta em 2019 um espectáculo impactante em que as suas canções são pautadas por uma narrativa de vídeo e luz muito personalizada.

PUBLICIDADE

Bilhetes: 15 euros; Cartão Quadrilátero:7,5 euros

SARAHA MAcCOY

Sarah McCoy, diz a crítica, é Bessie Smith com uma pincelada de Amy Winehouse. Uma pequena porção de Janis Joplin e algo de Tom Waits. E ainda qualquer coisa de Fiona Apple. O seu universo não desagradaria a Kurt Weill. Estas referências podem ser úteis para quem ainda não conhece Sarah McCoy. Os restantes sabem que esta compositora e intérprete não se assemelha a ninguém, que a sua voz e carisma são únicos e marcantes logo ao primeiro instante no palco.

‘Blood Siren’ é o aguardado trabalho de originais de Sarah McCoy e foi editado a 25 de Janeiro de 2019 pela Blue Note. A produção ficou a cargo de Renaud Letang (Feist, Manu Chao, Charlotte Gainsbourg, Jane Birkin, Mocky) e do conceituado pianista canadiano Chilly Gonzales com quem a diva americana se cruzou em 2017 no festival ARTE Concert, em Paris – onde reside actualmente.

Bilhetes: 10 euros; Cartão Quadrilátero: 5 euros