AMARES -
Nova ligação para resolver problemas de água custa meio milhão de euros e avança no início do ano

O presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira, anunciou esta segunda-feira que a nova ligação do depósito da Senhora da Paz ao nó das Cerdeirinhas, em Ferreiros, custa meio milhão de euros e vai ser executada no início do próximo ano.

«Com essa solução poderemos resolver cerca de 80% dos problemas, nomeadamente no casco urbano de Amares e Ferreiros. Não é, no entanto, uma solução para este ano. Acredito que possamos ter essa ligação feita entre Abril e Maio do próximo ano», apontou o autarca.

PUBLICIDADE

Na reunião de Câmara desta segunda-feira, Manuel Moreira garantiu que «Amares não tem problemas de falta de água, mas tem muitos problemas na rede», o que faz com que a água não chegue nas devidas condições a todas as casas.

«Estamos a falar de uma rede que tem 30 anos, está obsoleta e sub-dimensionada tendo em conta o crescimento do concelho», frisou, destacando que a sua substituição «é muito cara», pelo que a autarquia vai avançar com essa nova ligação.

O autarca respondeu assim a uma questão do vereador do PS, Pedro Costa, que mostrou muita preocupação com os problemas do abastecimento de água, considerando que a situação poderá agravar-se no mês de Agosto.

AGERE PODE SER SOLUÇÃO

Moreira admitiu também que, para fazer face a situações de emergência, a Câmara de Amares possa fazer um acordo com a Agere, de Braga, algo que já havia sido proposto pelo vereador Emanuel Magalhães e pelo deputado municipal José Antunes, ambos do MAIS – Movimento Amares Independente e Solidário.

Nesse caso, explicou o autarca, a Agere injectaria água na conduta na zona da Ponte do Bico, permitindo abastecer as freguesias de Lago e Rendufe e deixando mais folgada a rede municipal de Amares.