NOVA LEINutricionistas congratulam-se com a aprovação das recomendações que garantem a presença de profissionais nas instituições do sector social e solidário

NOVA LEI
Nutricionistas congratulam-se com a aprovação das recomendações que garantem a presença de profissionais nas instituições do sector social e solidário

A Ordem dos Nutricionistas congratula-se com a aprovação de Projectos de Resolução que recomendam ao Governo a presença de nutricionistas nas instituições do sector social e solidário. Para a Ordem dos Nutricionistas é fundamental a adopção de medidas que revertam o actual cenário alimentar nas instituições do sector social e solidários.

A Ordem dos Nutricionistas defende que só com a presença de nutricionistas nestas instituições é possível definir uma alimentação adequada aos utentes, tendo em conta as necessidades e características individuais de cada um

“O retrato nacional da alimentação nas instituições do setor social e solidário é alarmante. É urgente garantir a intervenção de nutricionistas junto da população mais vulnerável, como é o caso dos idosos, de modo a que possam contribuir para a inversão dos problemas de saúde que afetam este grupo da população”, afirma Alexandra Bento, Bastonária da Ordem dos Nutricionistas.

Alexandra Bento recorda ainda que “os idosos são considerados uma população vulnerável pelas diversas características que decorrem do natural processo de envelhecimento e que, também por isso, o país tem a obrigação de os cuidar com especial atenção”.

PUBLICIDADE

Recorde-se que, de acordo com o relatório do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável 2017, com os resultados do Projeto Nutrition UP 65 e com o Inquérito Alimentar Nacional e de Actividade Física (IAN-AF 2015-2016), 15% dos idosos estão em risco de desnutrição e 7 em cada 10 idosos portugueses apresentam carências de vitamina D.  Hoje, 21% da população portuguesa tem mais de 65 anos de idade, mais de metade ingere menos cálcio do que aquilo que é adequado e 85% consome mais do que as cinco gramas de sal recomendadas.