DESPORTO - Oito atletas da UMinho convocados para as Universíadas

DESPORTO -
Oito atletas da UMinho convocados para as Universíadas

A Universidade do Minho (UMinho) estará representada por oito estudantes atletas nas Universíadas (Jogos Olímpicos Universitários), que este ano terão lugar em Nápoles, Itália, entre os dias 3 e 14 de Julho. A academia minhota vai estar representada nas modalidades de Atletismo, Basquetebol, Natação, Taekwondo e Voleibol, com um total de oito atletas.

UNIVERSÍADAS

As Universíadas são o segundo maior evento multidesportivo do mundo, sendo apenas superadas pelos Jogos Olímpicos. Realizadas de dois em dois anos, são vulgarmente conhecidas como os “Jogos Olímpicos Universitários” e foram o “trampolim” para alguns dos nomes mais sonantes do desporto nacional. Alexandre Yokoshi (Natação), Pedro Soares (Judo), Jéssica Augusto (Atletismo), Nélson Évora (Atletismo) e Fernando Pimenta (Canoagem) participaram neste grandioso evento e conquistaram o ouro para Portugal, tal como a Selecção Nacional Universitária de Andebol, em 2015, numa equipa que contava com seis atletas que estudavam na UMinho. Jéssica Augusto era estudante de Enfermagem da UMinho quando quebrou o recorde mundial universitário dos 10 000 metros, em 2007, na Tailândia.

PUBLICIDADE

CONVOCADOS

Para as Universíadas de 2019, a Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) convocou oito atletas minhotos: Mariana Machado (Atletismo, estudante do Mestrado Integrado em Medicina), Bárbara Miranda (Basquetebol, estudante da Licenciatura em Gestão) José Paulo Lopes (Natação, estudante do Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial), Joana Cunha (Taekwondo, estudante do Mestrado em Engenharia Industrial), Júlio Ferreira (Taekwondo, estudante do Mestrado Integrado em Arquitectura), Sofia Cruz (Taekwondo, estudante da Licenciatura em Design e Marketing de Moda), Bruno Cunha (Voleibol, estudante do Mestrado Integrado em Engenharia Mecânica) e Miguel Cunha (Voleibol, estudante do Mestrado em Biologia Molecular, Biotecnologia e Bioempreendedorismo em Plantas).

Para Joana Cunha, uma veterana nestas andanças (esta será a sua terceira participação na Universíada), o objectivo é o pódio. «A preparação está a correr muito bem, temos estado a corrigir os erros verificados nas últimas competições e a melhorar outros aspectos técnico-tácticos».

Em tom de despedida, tendo em conta que estas serão as últimas Universíadas em que participa, a atleta deixou um desejo: «Gostava muito de terminar este ciclo da mesma forma que comecei, portanto, vou dar o meu melhor para ver se consigo atingir um lugar do pódio». Joana foi medalha de prata na sua primeira participação, em 2015, em Gwangju (Coreia do Sul).