PAÍS -
OLX levanta suspensão de anúncios relacionados com covid-19

A plataforma pretende assim fazer chegar a mais portugueses os materiais de protecção necessários para fazer face à obrigatoriedade e/ou forte recomendação de utilização impostas pelas autoridades.

No comunicado enviado ao PressMinho/OVilaverdense/OAmarense, a plataforma de compra e venda online diz que a “única condição imposta é que os artigos disponibilizados sejam novos, com o propósito de minimizar os riscos de propagação do vírus, por isso a equipa de qualidade e moderação de anúncios irá pré-aprovar todas as novas entradas na plataforma”.

“Numa altura em que o país se encontra em plena fase de desconfinamento, com as autoridades a impor o uso obrigatório de máscaras em espaços fechados e transportes públicos, o OLX decide agora levantar a suspensão temporária que havia decretado, no início de Março, para todos os anúncios de artigos que estivessem directa ou indirectamente ligados ao novo coronavírus”, afirma.

PUBLICIDADE

“Temos monitorizado de muito perto toda a situação e considerámos que, perante o levantar de algumas restrições e a consequente necessidade imediata de fazer chegar materiais de protecção a mais pessoas, este é o momento indicado para voltarmos a permitir a negociação destes artigos no OLX. Temos consciência que impactamos milhões de pessoas numa base regular e, como tal, temos a responsabilidade de ajudar nestas causas globais”, justifica Sebastiaan Lemmens, CEO do OLX em Portugal.

Já foram definidas as categorias em que estes anúncios são aceites e todas as contas que haviam sido bloqueadas, por persistirem na tentativa de venda destes artigos durante a suspensão, foram agora devidamente reactivadas.

“Nesta fase optámos por colocar como único requisito a publicação de artigos novos, porque consideramos que já existe actualmente oferta suficiente deste material no mercado para que todos possam ter acesso de forma justa e com a devida segurança. Continuaremos a monitorizar de perto todos os artigos e a evolução desta situação para que, caso seja necessário, possamos tomar outras medidas”, conclui Sebastiaan Lemmens.

Para além disto, o OLX criou também um novo tópico no centro de ajuda online onde é possível consultar toda a informação relevante sobre esta matéria.

Recorde-se que a plataforma de compra e venda online OLX removeu e proibiu a partir de 6 de Março todos os anúncios de máscaras de protecção e gel desinfectante publicados.

Com o avançar do surto de covid-19, o número de utilizadores que tentam fazer negócio com materiais que previnem o contágio do vírus tem-se multiplicado. Alguns dos anúncios contêm mesmo uma menção ao facto do produto ser “anti-coronavírus”.

Perante este tipo de ‘negócios’, a administração da plataforma decidiu suspender todos os anúncios intitulados como “máscara” e “gel desinfectante”, bem como proibir a publicação dos que tentem ser submetidos a partir daquela data.

O OLX Portugal foi fundado em 2007 e é especialista no desenvolvimento de plataformas online locais de fácil utilização para compra e venda de produtos e serviços na Internet. A empresa é detentora dos portais Standvirtual, Imovirtual e OLX.