BRAGA -
PAN Braga defende cheque-veterinário para apoiar famílias carenciadas

A concelhia do PAN de Braga propôs ao executivo municipal a criação de um cheque-veterinário para famílias em situação de vulnerabilidade económica, anunciou esta terça-feira Tiago Teixeira.

A medida, incluída nas propostas para o Orçamento de 2022, consiste na disponibilização de uma verba municipal para cobrir despesas veterinárias de famílias com rendimentos inferiores a 1,2x IAS (525€), por membro do agregado.

Quanto ao valor total da verba proposto, o PAN avançou com 50 mil euros no primeiro ano, defendendo que “o objectivo deve ser ir mais além” e garantir estes serviços, a preço de custo, num futuro centro veterinário municipal.

PUBLICIDADE

Segundo o deputado municipal do PAN, Tiago Teixeira, “o princípio é simples: nenhuma família pode ser privada de prestar cuidados veterinários aos seus animais, por falta de capacidade económica”.

O Pessoas-Animais-Natureza sustenta que a medida “aumenta o âmbito do cheque actual, não só em termos de orçamento, mas também porque é especificamente desenhada para as famílias que mais necessitam de apoio”.

 “Defendemos ainda que os bracarenses possam pedir a verba, após a realização das intervenções veterinárias, para colmatar as despesas”, diz Tiago Teixeira.