AMARES - Pedro Costa afirma que «gestão do Município de Amares está mesmo no vermelho»

AMARES -
Pedro Costa afirma que «gestão do Município de Amares está mesmo no vermelho»

O Vereador do PS do Município de Amares Pedro Costa referiu, esta sexta-feira, em comunicado, que a «gestão do Município de Amares está mesmo no vermelho», reportando-se à posição do Concelho no Rating Municipal Português de 2019, elaborado pela Ordem dos Economistas Portugueses, onde a gestão da Câmara Municipal se encontra em «230º lugar no Rating Global, de entre os 308 municípios portugueses».

Pedro Costa aponta que a «má posição no ranking», diz respeito à sua «sustentabilidade financeira e ao desenvolvimento económico e social em Amares», estando o Concelho «sempre colocado na segunda metade da tabela, nos diversos critérios em análise, sendo 178º classificado na Governança; estando no 225º lugar na Eficiência da Câmara Municipal; no 176º lugar no Desenvolvimento Económico e Social e no 211º lugar na Sustentabilidade Financeira».

O estudo da Ordem dos Economistas foi construído com base em indicadores relativos a 2018 – nos critérios de desenvolvimento económico e social, sustentabilidade financeira, serviço aos cidadãos e governança.

PUBLICIDADE

O vereador socialista acrescenta ainda que «o modelo de gestão implementado na Câmara de Amares está longe de ser o mais adequado e leva a Câmara para uma realidade de dificuldades financeiras, além de um real aumento da dívida. Tal situação poderá impedir o Município de Amares de investimentos importantes num futuro muito mais próximo do que se imagina».

«É inegável que a dívida está a subir exponencialmente. Um factor que não seria preocupante se o modelo de gestão priorizasse investimentos de base, muitíssimo necessários. A actual gestão municipal peca por não rentabilizar os recursos financeiros em investimentos que deviam ser prioritários, sendo que dinheiro público desperdiçado significa prioridades que vão ficar adiadas», pode ainda ler-se em comunicado enviado à nossa redacção.