AMARES -
Pedro Costa. «Apoiar as empresas e comerciantes não passa por distribuir cartazes porta a porta»

O vereador do PS na Câmara de Amares, Pedro Costa, defende que «a ó à ç çã , por parte do Presidente da Câmara (como foi anunciado pela página oficial da CM Amares), fica muito longe daquilo que os amarenses, nomeadamente do que as empresas do concelho de Amares, esperam da sua Câmara Municipal».

«Desde o início da pandemia, em sede de executivo (presencial ou por email) sempre defendi enquanto Vereador, um regime excepcional de isenção de taxas municipais às empresas do concelho de Amares. Na verdade, os estabelecimentos de comércio e serviços do concelho de Amares são importantes geradores de emprego, logo, contribuem para a produtividade do concelho e para a qualidade de vida dos Amarenses», refere, em comunicado, o vereador socialista.

PUBLICIDADE

Contudo, acrescenta, «estas unidades empresas locais estão a passar um momento muito difícil de subsistência, pois viveram quebras de receita muito acentuadas nos últimos meses e, tenho conhecimento de algumas que podem já não reabrir».

«Até hoje, nunca o executivo em funções demonstrou vontade em isentar de taxas municipais os empregadores – nomeadamente de água, recolha de resíduos, além de outras taxas de exploração – apesar da minha insistência no executivo municipal», aponta.