REGIÃO – Pela preservação do lobo ibérico nasce um festival comunitário na Peneda-Gerês

REGIÃO –
Pela preservação do lobo ibérico nasce um festival comunitário na Peneda-Gerês

O Festival Aldeia de Lobos, a realizar nos dias 28 e 29 de Junho em pleno coração do Parque Nacional Peneda-Gerês, é um festival comunitário que tem como protagonista central o lobo-ibérico e a sua relação com a comunidade local.

Em Fafião, Montalegre, ma aldeia onde o lobo era levado para morrer, nasce agora um festival em prol da sua preservação. Longe vão os tempos em que esta espécie, hoje em vias de extinção, era inimiga da população de Fafião.

PUBLICIDADE

E se o lobo é a figura central deste festival, a Companhia de teatro Filandorra encena uma peça que lhe dá destaque. Já as gentes mais antigas desta terra juntam-se a Ulisses Pereira para uma sessão de contos e lendas sobre a relação de Fafião com o lobo.

As ruas estão guardadas para outras intervenções artísticas e tradicionais. Não faltará também a recriação da mítica Queimada Galega pelo não menos mítico Padre Fontes, várias vezes protagonista deste ritual pagão praticado há vários séculos na região.

Mas também de muita música se faz o Festival Aldeia de Lobos. E é por isso que tem no programa um lugar de destaque. Serão dois dias de concertos e sets de DJ de artistas nacionais e internacionais.

Ao mesmo tempo, há exposições de escultura, pintura e fotografia e instalações artísticas que estarão distribuídas pela aldeia de Fafião, assim como murais de arte urbana.

Durante todo o festival, os visitantes terão a possibilidade de acampar gratuitamente nas imediações, num local preparado para o efeito pela organização do evento.