OPERAÇÃO TUTTI FRUTTI -
PJ faz buscas nas Câmaras de Esposende e Famalicão

As Câmaras de Esposende e de Vila Nova de Famalicão foram alvo de buscas da Polícias Judiciária e do Ministério Público, esta quarta-feira, no âmbito da “Operação Tutti Frutti”.

Decorreram também buscas nas Câmaras de Vila Nova de Gaia, Santa Maria da Feira, Oeiras, Cascais, Loures, Lisboa, Faro e Ponta Delgada.

PUBLICIDADE

Esta é uma operação de investigação a uma constituída sobretudo por militantes do PSD, que visava a adjudicação de contratos públicos a militantes deste partido.

Nos casos de Famalicão e de Santa Maria da Feira, segundo noticia o JN, as buscas procuram documentos relacionados com contratos celebrados com a Ambigold, que é sócio-gerente Carlos Eduardo Reis, antigo líder da JSD/Braga e actual membro do Conselho Nacional do PSD.

A “Operação Tutti Frutti”, desencadeada ao início da manhã desta terça-feira, incluiu cerca de 70 buscas, em Câmaras, Juntas de Freguesia, nas instalações do PSD e do PS, em empresas, escritórios de advogados e casas particulares.

Em causa estarão alegados crimes de corrupção, tráfico de influência, participação económica em negócio e financiamento partidário proibido.