JUSTIÇA -
PJ investiga ex-notária por suspeita de crimes em Vieira do Minho e Amares

A Polícia Judiciária (PJ) realizou esta sexta-feira dez buscas domiciliárias e não domiciliárias no âmbito de uma investigação a uma ex-notária, sobre quem recaem «fortes suspeitas» da prática de crimes de peculato e falsificação de documentos.

Em comunicado, a PJ refere que «os factos foram cometidos pela suspeita no exercício de funções, enquanto notária nos concelhos de Vieira do Minho e Amares».

PUBLICIDADE

As buscas decorreram em Paços de Ferreira, foram presididas por um juiz de Instrução Criminal e acompanhadas pela magistrada do Ministério Publico titular do inquérito e por um representante da Ordem dos Advogados.

«Das diligências realizadas resultou a apreensão de considerável acervo documental e material informático», acrescenta a PJ.

As investigações continuam a cargo da Polícia Judiciária.