MÚSICA –  Pop Dell’Arte confirmados no Vira Pop em Caldelas

MÚSICA –
Pop Dell’Arte confirmados no Vira Pop em Caldelas

A organização do Festival Vira Pop, que decorre em Junho em Caldelas, anunciou esta quinta-feira a confirmação de mais cinco nomes para o cartaz. Entre eles, os Pop Dell’arte.

«Um dos grupos mais surpreendentes de sempre do panorama musical português» junta-se ao cartaz do festival minhoto juntamente com mais quatro nomes.

PUBLICIDADE

O Grupo Folclórico “As Lavradeiras da Casa do Povo de Amares”, a DJ e produtora Caroline Lethô, o duo Obaa Sima e o galego Baiuca são as restantes confirmações.

Com três décadas de história, a banda lisboeta Pop Dell’arte nunca se encostou ao seu legado e assenta a sua formação de 2019 nos históricos João Peste, Zé Pedro Moura e Paulo Monteiro. Inicia actualmente uma nova fase com álbum novo e com Ricardo Martins na bateria.

Vindo directamente da vizinha Espanha passa também por Caldelas o produtor galego Baiuca, que combina o mais vanguardista da música electrónica com as tradições folclóricas e as raízes mais puras da Galiza.

E por falar em raízes do norte da península, o Grupo Folclórico “As Lavradeiras da Casa do Povo de Amares” é a aposta para um dos momentos mais solenes do evento.

Do panorama da música electrónica nacional, chega Caroline Lethô, o nome do projeto de Carolina Mimoso, jovem produtora e DJ residente em Lisboa, que promete transformar o Parque das Termas de Caldelas na mais libertadora pista de dança do Minho.

A fechar o segundo conjunto de confirmações juntam-se os repetentes Obaa Sima – que no Vira Pop ‘18 não conseguiram actuar devido a problemas técnicos – duo eletrónico fruto dos Nice Weather for Ducks, projecto que deixaram em lume brando para passarem a usar teclados ligados a pedais.

Estas confirmações juntam-se aos já anunciados Donny Benét, Iguanas, QUADRA, :Papercutz e KADETTGSI.

O festival Vira Pop realiza-se nos dias 28 e 29 de junho, no Parque das Termas de Caldelas – Amares.