AMARES –  População de Lago preocupada com passagem de nova linha de alta tensão

AMARES –
População de Lago preocupada com passagem de nova linha de alta tensão

Vários populares, sobretudo da freguesia de Lago, participaram esta quinta-feira numa sessão de esclarecimento sobre a possível passagem da nova linha de alta tensão, de 60 kv, entre a subestação de Turiz (Vila Verde) e a subestação de Amares, tendo apresentado muitas questões sobre o traçado que está em equação.

Na sessão, o presidente da Junta de Lago, Delfim Rodrigues, disse que a freguesia já é atravessada por quatro linhas de alta tensão e que, caso esta construção avance, passará a contar com 40 postes.

PUBLICIDADE

«É uma freguesia já muito massacrada nesse aspecto, o que faz também com que os terrenos desvalorizem», apontou.

Gilberto Mariz, da Direcção Geral de Energia e Geologia, lembrou que o traçado pode sofrer alterações, até porque nem está ainda em fase de consulta pública, onde a população poderá apresentar reclamações e preocupações.

«O objectivo desta ligação é apenas abastecer, em termos de energia, as populações de Amares e de Vila Verde. Jamais vamos fazer uma linha se o Município estiver contra», frisou.

Segundo o responsável, esta ligação surge pela «necessidade de melhoria» de rede eléctrica nos casos de Amares e de Vila Verde.

Além de vários populares e o autarca de Lago, a iniciativa juntou ainda o presidente da Junta da União de Freguesias de Ferreiros, Prozelo e Besteiros, por onde o projecto também prevê que a linha passe.

Esta trata-se de uma linha de distribuição de energia, de 60 kv, entre a subestação de Turiz (Vila Verde) e a subestação de Amares, que é da responsabilidade da EDP Distribuição, sendo a Direcção Geral de Energia e Geologia a entidade coordenadora do licenciamento do projecto.