CULTURA – ‘Pré-História Recente da Serra do Carvalho’ vence Prémio Manuel Monteiro

CULTURA –
‘Pré-História Recente da Serra do Carvalho’ vence Prémio Manuel Monteiro

O trabalho de investigação ‘A Pré-História Recente da Serra do Carvalho – Uma abordagem a Partir do Núcleo de Monumentos sob Tumuli Vale de Chão, Pedralva’, da autoria de Luciano Miguel Matos Vilas Boas, é o vencedor da II edição do Prémio de História Local Dr. Manuel Monteiro.

Este prémio, que pretende honrar a memória daquele ilustre escritor, arqueólogo, etnólogo, magistrado, diplomata e crítico de arte bracarense, nasceu com o propósito de «fomentar o interesse dos investigadores pela história de Braga».

PUBLICIDADE

O júri, constituído por Maria do Carmo Franco Ribeiro, Miguel Sopas Bandeira e Armando Malheiro da Silva, considerou o trabalho vencedor como um «contributo significativo para o estudo e aprofundamento de um âmbito específico da história de Braga», tendo exposto com «clareza, rigor e particular capacidade de argumentação» o seu raciocínio.

Recorde-se que o valor do prémio é de 2.500 euros, ao qual acresce a publicação da obra vencedora. Por sua vez, os trabalhos distinguidos com menção honrosa terão reservada a possibilidade de publicação na Revista Bracara Augusta.

Esta segunda edição deste prémio bienal, que contou com cinco trabalhos a concurso, destinava-se a cidadãos de nacionalidade portuguesa, maiores de idade, residentes ou não na área do município de Braga. As temáticas a apresentar deveriam ser de teor historiográfico relativos a Braga – a nível administrativo, antropológico, patrimonial, político, económico, cultural, artístico, religioso ou outros.

A entrega do Prémio Manuel Monteiro decorre numa sessão pública agendada para 25 de Setembro, no âmbito das Jornadas Europeias do Património.