AMARES –  Prémio Literário Sá de Miranda com 130 candidaturas confirmadas. E há outras a chegar

AMARES –
Prémio Literário Sá de Miranda com 130 candidaturas confirmadas. E há outras a chegar

O Prémio Literário Francisco Sá de Miranda, instituído este ano pela Câmara de Amares, tem já 130 candidaturas confirmadas, um número que deverá ainda crescer nas próximas horas assim que chegarem obras remetidas via correio.

«No final desta terça-feira, quando encerrou o prazo para apresentação de obras, tivemos 130 obras apresentadas na Biblioteca Municipal. Sabemos que há ainda um número significativo de candidaturas, de África e do Brasil, que vêm pelo correio e ainda não chegaram», explicou ao jornal “O Amarense” o vereador da Cultura.

PUBLICIDADE

Para efeitos de candidatura, lembra Isidro Araújo, no caso das obras remetidas do estrangeiro «aquilo que importa é a data em que foram colocadas no correio», pelo que o número de obras a concurso vai aumentar.

«É um número muito bom, uma vez que mostra a notoriedade do Prémio Literário e do patrono, Sá de Miranda, permitindo cumprir os nossos objectivos de divulgar o autor e o concelho de Amares», frisou.

O Prémio Literário agora instituído destina-se a autores lusófonos com obras de poesia escritas em Português e publicadas nos últimos dois anos civis anteriores à realização do concurso, ou seja, neste caso de 2017 em diante.

Presidido por Sérgio Guimarães Sousa, o júri integrará ainda uma professora da Universidade de Aveiro e um representante do pelouro da Cultura da Câmara.