REGIÃO

REGIÃO -
Presidente da Câmara de Braga quer ODS nas políticas da União Europeia

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

“Os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) precisam de ser integrados nas políticas da União Europeia (EU) e as oportunidades de financiamento devem ser concebidas de acordo com as necessidades de sustentabilidade de cada país e das suas autoridades locais e regionais”. A ideia foi defendida pelo presidente da Câmara de Braga durante a 6ª Mesa Redonda sobre Cidades e Regiões para os ODS.

No encontro organizado pelo Comité das Regiões Europeu (CoR) e pela OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, que decorreu esta quinta-feira, em Bruxelas, Ricardo Rio salientou que o alinhamento político entre os diversos níveis de governo é “extremamente importante” e esse alinhamento deve ser uma “prioridade” para o Comité das Regiões Europeu.

“ODS fornecem uma oportunidade sem precedentes para alinhar agendas a nível global, nacional, regional e local, promovendo o alinhamento das políticas para o desenvolvimento sustentável. 2023 será um ano importante para a União Europeia dar um avanço considerável, com a preparação da Revisão Voluntária sobre os ODS e ainda com a realização do Fórum Político de Alto Nível da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, que vai decorrer em Julho”, destacou Ricardo Rio, que é relator de dois pareceres do Comité Europeu das Regiões sobre os ODS.

ACÇÃO LOCAL

O autarca bracarense sublinhou que “a transformação global requer forte acção local”, uma vez que que mais de 60% dos ODS só poderão ser atingidos com o envolvimento das autoridades locais e regionais. “

O cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável está dependente do papel activo dos governos locais e regionais, não apenas enquanto implementadores da Agenda, mas como agentes transformadores”, referiu Ricardo Rio no painel de debate moderado por Aziza Akhmouch, chefe do programa de governança de Cidades, Políticas Urbanas e Desenvolvimento Sustentável da OCDE.

Acompanhado por Laia Pinós Mataro, chefe de Unidade do Secretariado-Geral da Comissão Europeia, Riina Jussila, directora de Desenvolvimento Sustentável na ONU, e por Marcos Díaz Ramírez, economista do Centro da OCDE para Empreendedorismo, PMEs, Regiões e Cidades, Ricardo Rio destacou o empenho que muitas regiões e cidades europeias estão a aplicar na implementação dos ODS, “mesmo nos difíceis contextos de crise que temos atravessado”.

“Quando olhamos para a Polónia, Espanha, Itália, Portugal, Holanda e Bélgica, os resultados são muito positivos. Além disso, tendo em conta o enorme aumento das Revisões Nacionais Voluntárias, só podemos estar orgulhosos das acções que estamos a desenvolver”, considerou o Autarca, dando como exemplo o trabalho realizado no País Basco que já elaborou a sua sexta Revisão Voluntária e é “pioneiro na emissão de títulos de sustentabilidade”.

A finalizar, Ricardo Rio defendeu a realização de fóruns internacionais que promovam o intercâmbio de experiências entre as várias organizações e que promovam o diálogo sobre os ODS na União Europeia.

“A esfera da EU é muito complexa, mas o alinhamento das políticas deve ser um compromisso de todos para implementar os ODS. É por isso que estamos em constante diálogo com a Comissão Europeia e estou pessoalmente muito satisfeito por contar com a participação de Laia Pinós Mataro nesta mesa redonda, um dado que demonstra, uma vez mais, a vontade de capacitar todas as organizações sobre a implementação dos ODS”, concluiu.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS