SEGURANÇA -
PS Terras de Bouro quer «reforço urgente» de guardas no posto da GNR do Gerês

O PS de Terras de Bouro enviou, esta terça-feira, uma missiva ao comandante do Destacamento Territorial de Braga da GNR em que reivindica o «reforço urgente» de militares no posto territorial da Vila do Gerês.

«É incompreensível que, face à procura extraordinária que se tem verificado nos últimos tempos por este território e sabendo nós que a época mais alta ainda está por chegar, a GNR tenha cada vez menos presença, nomeadamente em acções de patrulha», refere.

PUBLICIDADE

No documento, pode ler-se que «sobretudo ao fim-de-semana as filas de trânsito são intermináveis, o estacionamento é caótico, os aglomerados em zonas de interesse turístico são atentatórias para a saúde pública face à pandemia».

Além disso, «os distúrbios e até episódios de pancadaria começam a ser frequentes», pelo que o PS de Terras de Bouro considera ser «urgente reforçar os meios no terreno para que se possa zelar pela segurança de pessoas e bens».

«O Partido Socialista de Terras de Bouro, através da sua bancada na Assembleia Municipal, já havia manifestado preocupação com este assunto, e alertado para as situações caóticas que se têm verificado. Estranhamente, nada foi feito», acrescenta o partido.

Os socialistas asseguram que, caso nada seja feito, continuarão a reivindicar o reforço de meios, «até ao Ministro da Administração Interna se necessário».