PAÍS -
PSD de Braga exige que Governo pague às autarquias computadores oferecidos a alunos carenciados

Os deputados do PSD do distrito de Braga acusam o Governo de “incapacidade” em assegurar que todos os alunos do ensino básico e secundário tenham acesso às plataformas digitais e exigem que as autarquias sejam ressarcidas do investimento realizado na aquisição de computadores e acessos à internet.

“Pretende o Governo, ao abrigo da anunciada intenção de assegurar no próximo ano lectivo a universalidade do acesso às plataformas digitais para todos os alunos do ensino básico e secundário, ressarcir as autarquias do investimento que têm realizado na aquisição de computadores/tablets e routers de acesso à Internet?”, perguntam os sociais-democratas ao ministro da Educação.

Em pergunta no Parlamento dirigida a Tiago Brandão Rodrigues, o PSD alerta que este é um “problema grave” que “coloca em causa a igualdade de oportunidades de milhares de alunos”.

PUBLICIDADE

Os deputados eleitos pelo círculo de Braga afirmam que as autarquias do distrito “a apoiar as comunidades educativas, em especial, as famílias com mais dificuldades, e adquiriram computadores portáteis e tablets para permitir que milhares de alunos não ficassem privados do ensino à distância”.

“Várias autarquias face à inacção do Ministério da Educação nesta matéria mobilizaram-se para fornecer equipamento informático e de acesso à internet”, dizem, referindo que “desde o encerramento das escolas, cerca de 32.000 equipamentos, entre computadores portáteis e tablets com ligação à Internet foram emprestados por 105 municípios aos seus residentes em idade escolar para além de arcarem com as despesas de aquisição de cerca 11.000 routers com pacotes de dados incluídos”.

O PSD recorda ainda que há estudos que apontam para cerca de 50.000 alunos estão sem acesso a recursos educativos online.